Início » Internacional » Autoridades iraquianas iniciam exumação de corpos de 1700 soldados
Guerra ao Terror

Autoridades iraquianas iniciam exumação de corpos de 1700 soldados

Após tomar controle da cidade de Tikrit, ocupada pelo Estado Islâmico desde junho, equipes forenses começam a abrir covas coletivas

Autoridades iraquianas iniciam exumação de corpos de 1700 soldados
Depois da ocupação pelo ISIS, Tikrit se tornou praticamente inabitável com muitas minas terrestres (Foto: Reprodução/STRINGER/REUTERS)

Equipes forenses iraquianas começaram a exumar corpos de uma covas coletivas onde ser acredita que 1700 soldados foram enterrados pelos insurgentes do Estado Islâmico no ano passado, na cidade de Tikrit, recém-recuperada das mãos dos rebeldes. De acordo com fontes governamentais, o trabalho começou na última segunda-feira.

Os militantes do ISIS tomaram posse da cidade iraquiana em junho do ano passado, capturando os oficiais que tentavam fugir de Camp Speicher, base aérea usada pelas tropas americanas. A posse da cidade natal de Saddam Hussein fazia parte do plano do Estado Islâmico de tomar posse de cidades chave do norte e do oeste do país.

Os soldados, que em maioria eram xiitas, foram assassinados assim que o ISIS tomou assumiu o controle de Tikrite e vídeos da execução foram publicados na internet. De acordo com sobreviventes, os insurgentes pediam às vítimas que identificassem os xiitas antes de serem mortos.

“O trabalho continua e esperamos descobrir mais valas comuns em diferentes áreas. Acreditamos que um grande número de corpos a serão desenterrados”, afirmou o ministro de Direitos Humanos do Iraque, Kamil Amin, à Associated Press.

A cidade foi resgatada após um mês de cerco do exército com ajuda de milícias xiitas e dos soldados americanos. Tikrit tinha 200 mil habitantes antes da ocupação dos insurgentes. Hoje se tornou um campo minado e está praticamente inabitável.

Fontes:
Washington Post-Iraqi teams start exhuming mass grave of soldiers in Tikrit
O Globo-Covas encontradas em Tikrit podem ter até 1.700 soldados iraquianos mortos pelo EI

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *