Início » Internacional » Azevêdo promete atuar pelo ‘interesse de todos’ os países
Diretor da OMC

Azevêdo promete atuar pelo ‘interesse de todos’ os países

Em seu primeiro discurso, brasileiro ressaltou que atuará para criar consenso entre os membros

Azevêdo promete atuar pelo ‘interesse de todos’ os países
Roberto Azevêdo foi confirmado nesta terça como diretor da OMC (Fonte: Reprodução/Valor)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A OMC confirmou nesta terça-feira, 14, Roberto Azevêdo como seu novo diretor. O brasileiro, que irá assumir a função em setembro, já prometeu atuar “pelo interesse de todos” os países.

Leia também: Sucessos da herança desdenhada

Em seu primeiro discurso, Azevêdo ressaltou que atuará para criar consenso entre os membros, buscando superar as divisões entre os governos.

Mais de R$ 1,2 milhão

O brasileiro não recebeu o apoio dos EUA e da União Europeia, mas esses governos também não o vetaram. Em sua campanha, Azevêdo ressaltou que não era candidato de um país em desenvolvimento, mas sim de todos os grupos. Apesar disso, na prática, a campanha do brasileiro mobilizou o Palácio do Planalto.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, o governo brasileiro gastou mais de R$ 1,2 milhão com a campanha de Azevêdo — isso sem levar em conta os gastos não divulgados com um avião da FAB que levou o então candidato a 22 países em busca de votos.

Fontes:
Estadão - Azevedo é confirmado como diretor da OMC e diz que atuará pelo “interesse de todos” os países

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *