Início » Internacional » Baltasar Garzón vai defender Assange
WikiLeaks

Baltasar Garzón vai defender Assange

Juiz que ficou conhecido por pedir a prisão do general chileno Augusto Pinochet já se encontrou com o fundador do WikiLeaks

Baltasar Garzón vai defender Assange
Juiz espanhol Baltasar Garzon (Fonte: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A equipe de defesa do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, será liderada pelo juiz espanhol afastado do cargo Baltasar Garzón, que ficou conhecido — entre outros casos — por pedir a prisão do general chileno Augusto Pinochet, em 1998. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 24.

O australiano Julian Assange, que tenta evitar sua extradição para a Suécia, onde é acusado de abuso sexual e estupro, encontra-se atualmente refugiado na Embaixada do Equador em Londres. Assange pediu asilo político ao governo equatoriano.

De acordo com o comunicado divulgado pelo próprio WikiLeaks, o juiz espanhol já se encontrou com Assange para discutir a estratégia que buscará defender o site e seu fundador “de abusos do processo e expor as arbitrariedades e ações extrajudiciais do sistema financeiro internacional” contra ambos.

Assange teme ser enviado para os EUA

Após a divulgação de inúmeros documentos diplomáticos secretos que provocaram a ira dos EUA, Assange teme que, depois de sua extradição para a Suécia, seja enviado para os EUA, onde seria julgado por espionagem.

O juiz Baltasar Garzón foi condenado em fevereiro pelo Supremo Tribunal Espanhol a 11 anos de suspensão como magistrado por ter autorizado escutas entre advogados de defesa e seus clientes em um caso de corrupção, o que resultou na prática em sua aposentadoria. Garzón abriu um escritório de advocacia em Madri.

Fontes:
Veja - Juiz que pediu prisão de Pinochet vai defender Assange

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *