Início » Internacional » Barack Obama e Raúl Castro participam de coletiva
ENCONTRO HISTÓRICO

Barack Obama e Raúl Castro participam de coletiva

Em um evento raro em Cuba, presidentes respondem perguntas de jornalistas

Barack Obama e Raúl Castro participam de coletiva
Barack Obama e Raúl Castro em encontro histórico (Foto: Cuba Debate)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Apesar de expressar diferenças em relação à democracia e aos direitos humanos, os presidentes americano e cubano concordaram na necessidade de reconstruir a relação entre os dois países.

Os dois líderes responderam perguntas de jornalistas durante uma coletiva transmitida ao vivo. Ao ser confrontado sobre presos políticos, Castro afirmou que não há presos políticos em Cuba.  “Entregue-me a lista de prisioneiros políticos. Se existirem, estarão soltos antes que anoiteça.”

Em relação à questão política, Obama disse que o assunto vai continuar sendo uma “irritação poderosa” na relação dos países, caso Cuba não mude em relação aos direitos humanos, como liberdade de imprensa e de manifestação. Raúl, por sua vez, disse que Cuba garante os direitos à saúde e à educação públicas, mas nenhum país do mundo cumpre todos os acordos internacionais que tratam de direitos humanos.

Raúl foi mais incisivo ao exigir o fim do embargo econômico e a devolução da base de Guantánamo.

Ambos os presidentes demonstraram interesse em reconstruir a relação. “Destruir uma ponte é uma tarefa fácil, que requer pouco tempo. Reconstruí-la solidamente é uma tarefa mais longa e desafiadora”, disse Raúl.

Fontes:
O Estado de S.Paulo-Ao lado de Raúl Castro, Obama cobra respeito a direitos humanos em Cuba

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Direitos Humanos é fundamental pois dá liberdade para o povo progredir e garante a pacificação social, mas os comunistas não entendem assim.

    Como facilmente se ouviu na entrevista, Raul Castro é como cavalo velho, que ao dizer dos sertanejos, “não aprende truque novo”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *