Início » Internacional » Barco com migrantes é autorizado a atracar na Itália
APÓS 19 DIAS À DERIVA

Barco com migrantes é autorizado a atracar na Itália

Após passar 19 dias à deriva nas proximidades do porto de Lampedusa, barco recebe autorização da Justiça italiana para atracar

Barco com migrantes é autorizado a atracar na Itália
Ao todo, 83 migrantes ainda estavam a bordo do navio (Foto: Francisco Gentico/Open Arms)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após passar 19 dias à deriva nas proximidades do porto de Lampedusa, na Itália, sem poder atracar, o barco da Open Arms, com 83 migrantes, recebeu autorização para atracar na última terça-feira, 20.

O desembarque dos migrantes foi possível após duas decisões da Justiça da Itália, contrariando a ordem de proibição de atraque do ministro do Interior, Matteo Salvini. A primeira decisão, que partiu do promotor de Agrigento, Luigi Patronaggio, ordenou a apreensão da embarcação e o desembarque imediato dos migrantes, que estavam em uma situação “desesperadora”.

A segunda, de acordo com Oscar Camps, fundador da organização espanhola de ajuda humanitária sem fins lucrativos, partiu do Tribunal Administrativo de Lazio, que também ordenou o desembarque imediato dos migrantes. Um vídeo da Open Arms mostra a alegria dos migrantes a bordo ao saberem que poderiam desembarcar.

“Após 19 dias, desembarcaremos hoje [terça-feira] em Lampedusa. O navio será apreendido temporariamente, mas é um custo que a Open Arms assumiu para garantir que as pessoas a bordo possam ser atendidas”, escreveu Camps nas redes sociais. Agora, de acordo com Camps, a Open Arms vai apoiar o Ocean Viking, que está com 356 migrantes a bordo, mas ainda não recebeu autorização para atracar.

A situação na embarcação da Open Arms já estava sendo tratada como uma crise humanitária. Inicialmente, o barco contava com 150 migrantes, que subiram a bordo no último dia 1º de agosto. No último sábado, 17, o governo italiano permitiu que menores desacompanhados chegassem à Lampedusa.

No entanto, cerca de 100 pessoas ainda continuavam na embarcação, desesperados para conseguir voltar à terra. Então, desde a noite da última segunda-feira, 19, várias pessoas começaram a se atirar ao mar e nadar em direção à Lampedusa. Agora, ao chegar à Itália, o barco contava com 83 migrantes. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a aproximação da embarcação e o desembarque de algumas pessoas.

O navio da Open Arms vai ficar apreendido na Itália por duas semanas para investigações. O Ministério Público italiano investiga se foram cometidos crimes de sequestro ou tráfico de pessoas. Anteriormente, o ministro do Interior, Matteo Salvini, já havia alegado que algumas ONGs são “cúmplices de traficantes de pessoas”.

Fontes:
DW-Itália autoriza desembarque de migrantes retidos em navio
Reuters-Promotor italiano ordena apreensão de barco Open Arms; imigrantes devem desembarcar

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *