Início » Internacional » Bashar Assad diz que pretende ‘viver e morrer na Síria’
conflito na síria

Bashar Assad diz que pretende ‘viver e morrer na Síria’

Assad rejeita asilo internacional e alerta para as consequências de uma intervenção estrangeira na Síria

Bashar Assad diz que pretende ‘viver e morrer na Síria’
Bashar Assad advertiu contra uma intervenção estrangeira no país (Reprodução/RT)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em entrevista a uma rede de televisão russa, o presidente da Síria, Bashar Assad, afirmou que não tem intenção de deixar o país e advertiu contra uma intervenção internacional na guerra civil que assola a Síria.

Falando em inglês, Assad disse que uma intervenção estrangeira em seu país traria consequências que nem todos os países do mundo, juntos, aguentariam. Segundo Assad, a Síria é “o último bastião do secularismo e estabilidade na região” e as consequências da derrubada de seu regime seriam sentidas do Atlântico ao Pacífico.

A ameaça nada sutil chega no momento em que países como EUA e Grã-Bretanha aumentam a pressão para dar fim ao conflito, que já matou dezenas de sírios. O primeiro-ministro inglês, David Cameron, disse que vai pressionar Barack Obama para que o assunto se torne prioridade em sua agenda.

Centenas de pessoas morrem diariamente na Síria. Apesar disso, Assad insiste em resistir. Quando indagado sobre a possibilidade de aceitar asilo internacional, Assad foi enfático. “Eu sou sírio, um produto da Síria. Devo viver e morrer na Síria”, disse.

Fontes:
The Atlantic Wire-Bashar al-Assad Says 'I Will Live and Die in Syria'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *