Início » Internacional » Como explicar a pressa de Netanyahu em antecipar eleições
Israel

Como explicar a pressa de Netanyahu em antecipar eleições

Primeiro ministro de Israel que aproveitar a popularidade em alta para expandir seu mandato

Como explicar a pressa de Netanyahu em antecipar eleições
Netanyahu alega que a antecipação das eleições será benéfica para o país (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Na semana passada, em uma entrevista dada à televisão estatal, Benjamin Netanyahu disse que o estado de bem-estar social israelense requer a antecipação das eleições o mais rápido possível. Netanyahu também afirmou que prefere uma eleição curta, para evitar que a economia do país seja afetada por um longo período de incerteza.

Contudo, outros motivos explicam a pressa de Netanyahu. No momento, o atual primeiro-ministro lidera as pesquisas de intenção de voto, ao lado de seu partido de extrema-direita, Likud. Aluf Benn, editor do jornal esquerdista Haaretz, escreveu que os adversários de Netanyahu são fracos e insignificantes, além de não terem apresentado nenhuma alternativa à política atual. Com isso, Netanyahu aparece como uma figura de estado autoritária e experiente, sem nenhum concorrente à altura.

Segundo analistas políticos, o maior medo de Netanyahu é Ehud Olmert, ex-primeiro ministro afastado em 2009 após ser acusado de corrupção. Olmert está livre para concorrer ao Parlamento israelense e figura como o único que poderia reunir o apoio da coalizão de centro-esquerda.

Impedir que o Irã construa uma bomba nuclear é outro desafio para Netanyahu. Neste quesito, os esforços de Netanyahu vêm sendo bem sucedidos. Durante sua administração, o primeiro ministro conseguiu a aprovação da população sobre a imposição de sanções ao Irã.

A aproximação das eleições presidenciais dos EUA também preocupa Netanyahu. O primeiro ministro teme que uma futura reeleição de Obama aumente a tensão entre os dois países, já que Netanyahu apoiou abertamente a candidatura do republicano Mitt Romney. Vencer as eleições em casa mostraria aos EUA que Netanyahu continua popular em Israel.

As eleições israelenses ainda serão marcadas. A lei israelense estabelece que elas devem ocorrer em uma terça-feira, tornando possível que ocorram em janeiro, 15, 22 ou 29.

Fontes:
BBC-Why has Israel's PM called an early election?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *