Início » Internacional » Bernie Sanders vai concorrer à presidência em 2020
ESTADOS UNIDOS

Bernie Sanders vai concorrer à presidência em 2020

Sanders é pré-candidato à presidência pelo Partido Democrata com outras nove pessoas. Trump deve ser o único candidato do Partido Republicano

Bernie Sanders vai concorrer à presidência em 2020
Sanders conquistou um massivo apoio durante a campanha presidencial de 2016 (Foto: Gage Skidmore/Flickr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O senador independente Bernie Sanders, de 77 anos, vai concorrer nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 19, em uma rádio americana. Sanders é um dos principais nomes a anunciar a pré-campanha para 2020.

Em 2016, quando Donald Trump foi eleito presidente, Bernie Sanders perdeu as primárias do Partido Democrata para Hillary Clinton, que foi escolhida pela legenda para enfrentar Trump no pleito. Na época, muitas das ideias de Sanders, como um salário mínimo de US$ 15 por hora, universidades gratuitas e um programa universal de saúde foram vistas como extremistas.

Agora, três anos depois, algumas de suas ideias servem como principais bases dos pré-candidatos democratas. Ao todo, nove pessoas, fora Sanders, já anunciaram a pré-candidatura pelo Partido Democrata. O Partido Republicano, por outro lado, deve manter Donald Trump como candidato à reeleição.

Desta vez, o contrário do que ocorreu em 2016, Sanders já tem a sua plataforma política mais conhecida e detalhada, o que pode servir como força motriz de sua campanha. Autodeclarado “socialista democrata”, Sanders classifica Trump como “o presidente mais perigoso da história moderna”.

“Eu acho que o atual ocupante da Casa Branca é um embaraço para o nosso país. Acho que ele é um mentiroso patológico. Eu também acho que ele é racista, sexista, homofóbico, xenófobo, alguém que está ganhando pontos políticos baratos ao tentar atrair minorias”, afirmou Sanders em entrevista à Rádio Pública de Vermont.

Por outro lado, a divisão de plataforma com pré-candidatos semelhantes pode enfraquecer o apoio que conquistou em 2016, quando contou com mais de 13 milhões de votos nas primárias do Partido Democrata e arrecadou quase US$ 230 milhões para a sua campanha. Kamala Harris, outra pré-candidata democrata, por exemplo, é vista com simpatia pelas minorias.

Confiante, o pré-candidato à presidência afirmou, em entrevista à CBS, que vai vencer a próxima disputa presidencial. Trump, por sua vez, ainda não se pronunciou sobre o anúncio de Sanders. A porta-voz da campanha Trump 2020, Kayleigh McEany, por sua vez, já se pronunciou, afirmando que Sanders deve ser o provável adversário de Trump em 2020.

“Bernie Sanders já ganhou o debate nas primárias democratas, porque cada candidato está adotando seu tipo de socialismo. […] Mas o povo americano rejeitará uma agenda de altas taxas de impostos, cuidados de saúde administrados pelo governo e mimando ditadores como os da Venezuela. Somente o presidente Trump manterá a América livre, próspera e segura”, afirmou McEany através das redes sociais.

De acordo com uma pesquisa de 2017, Bernie Sanders tem a aprovação de 53% dos americanos, sendo o único político de alcance nacional a ter o apoio da maioria da população. Trump, por sua vez, tem um índice médio de aprovação em 40%.

Sanders ainda não anunciou grandes detalhes sobre a sua campanha presidencial recém-lançada. No site oficial da campanha, há um campo para ser preenchido por aqueles que desejam se unir à plataforma. Ainda no site, uma escritura chama a atenção: “Pago por amigos de Bernie Sanders (não os bilionários)”.

Até o momento, além de Sanders, já anunciaram a pré-candidatura à presidência pelo Partido Democrata: as senadoras Amy Klobuchar, Elizabeth Warren e Kamala Harris; o senador Cory Booker; a deputada Tulsi Gabbard; o empresário Andrew Yang; o ex-deputado John Delaney; o ex-secretário de Habitação Julián Castro; e a conselheira espiritual Marianne Williamson.

Fontes:
The New York Times-Bernie Sanders Joins the 2020 Presidential Race
G1-Bernie Sanders anuncia que irá concorrer à presidência dos EUA em 2020
The Guardian-Bernie Sanders announces run for presidency in 2020: 'We're gonna win'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *