Início » Internacional » Bill Gates apoia FBI na disputa com a Apple
DESBLOQUEIO DE IPHONE

Bill Gates apoia FBI na disputa com a Apple

Fundador da Microsoft vê pedido de colaboração do FBI como 'um caso particular' e critica postura intransigente do CEO da Apple, Tim Cook

Bill Gates apoia FBI na disputa com a Apple
Neste caso, fundador da Microsoft discorda da maioria dos CEOs do Vale do Silício (Foto: Wikimedia)

Bill Gates discorda de boa parte dos CEOs do Vale do Silício no que se refere à disputa entre a Apple e o FBI pelo desbloqueio do iPhone de um terrorista. A Apple está se negando a cumprir uma ordem judicial que a obriga a criar um software capaz de destravar o iPhone do terrorista islâmico responsável pelo recente massacre em San Bernardino, na Califórnia. Gates critica a postura da empresa.

Leia também: CEO da Apple pode ser preso por desacato?

O fundador da Microsoft rejeitou a caracterização feita pelo CEO da Apple, Tim Cook, de que a ordem do governo se resume a um pedido de acesso generalizado a qualquer iPhone. Gates argumenta que o pedido se refere a um caso específico e não crê a colaboração criaria um precedente mais amplo.

“Este é um caso específico em que o governo está pedindo acesso a uma informação. Eles não estão pedindo algo generalizado, eles estão pedindo um caso particular”, disse Gates ao Financial Times.

A Apple tem travado uma guerra de palavras com a Justiça americana desde a semana passada, depois que um juiz ordenou que a empresa criasse um software para permitir o desbloqueio do iPhone do terrorista Syed Rizwan Farook. Cook caracterizou o pedido como um exemplo assombroso de abuso por parte do governo americano, que abriria um “precedente perigoso que ameaça as liberdades civis de todos”.

A posição de Gates o separa do resto do setor de tecnologia, incluindo a empresa que ele fundou. Satya Nadella, atual chefe da Microsoft, não comentou publicamente o assunto, mas um porta-voz da empresa apontou para uma declaração da Organização para Reformar a Vigilância do Governo, da qual a empresa faz parte, opondo-se à ordem.

Outros executivos do Vale do Silício, incluindo Mark Zuckerberg, chefe do Facebook, Jack Dorsey, fundador do Twitter, e Sundar Pichai, chefe do Google, apoiaram Cook. O ex-funcionário da Agência Nacional de Segurança Edward Snowden chamou o confronto de “o caso de tecnologia mais importante em uma década”.

Já James Comey, diretor do FBI, tem insistido que o caso é “muito limitado”.

“Nós não queremos quebrar a criptografia de qualquer celular ou liberar uma chave mestra no mundo”, escreveu Comey em um blog na noite de domingo, 21.

Fontes:
Financial Times - Bill Gates backs FBI iPhone hack request

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Cadeia para esse retardado do Jim Cook. Viva Bill Gates.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *