Início » Internacional » Blindagem de carros de luxo ganha força em Londres
Segurança

Blindagem de carros de luxo ganha força em Londres

O novo segmento de carros blindados atrai os moradores de Londres muito ricos ou extremamente preocupados com a segurança

Blindagem de carros de luxo ganha força em Londres
Tendência de associar o luxo à segurança é um fenômeno novo (Fonte: Reprodução/TAC)

Os perigos das estradas de Londres, em geral, não são muito mais arriscados do que os buracos e os engarrafamentos. Mas o novo Salão de Automóveis inaugurado em 30 de julho no West End londrino exibiu automóveis de luxo, que oferecem aos moradores super ricos de Londres uma proteção a perigos mais fatais: bombas, tiroteios e sequestros. A joint-venture da Ares, uma empresa italiana de carros de luxo, e a Streit, uma empresa canadense especializada em blindagem de automóveis, espera atender à tendência mundial de blindagem de carros de luxo. Sua presença no Salão de Automóveis também revela o perfil dos novos moradores de Londres.

A proteção a presidentes e a outras pessoas importantes não é uma novidade. Em 1941, depois do ataque do Japão a Pearl Harbour, a limousine blindada de Franklin Roosevelt tinha pneus à prova de bala. Nem é novidade fazer modificações em carros de luxo recém-saídos das fábricas. Os super ricos gostam de diferenciar seus carros novos com uma pintura ou uma decoração interior diferente. Mas com exceção do sofisticadíssimo Aston Martin dirigido por James Bond em 007 contra Goldfinger em 1964, que tinha uma tela retrátil à prova de balas, a tendência de associar o luxo à segurança é um fenômeno novo.

Porém esse modismo está se disseminando. Mark Burton, fundador e CEO da International Armoring Corporation, observou que o mercado mundial de carros de luxo blindados tem tido um aumento anual de cerca de 7.500 automóveis, em comparação com um número inexpressivo há poucos anos. Na opinião de Dany Bahar, CEO da Ares, Londres é um bom mercado para a venda desse tipo de carro. Os compradores da Rússia, África e do Oriente Médio, os principais clientes, não só visitam com frequência a cidade, como também em alguns casos são residentes em tempo parcial de Londres.

Fontes:
The Economist - Armoured luxury cars: Bombing along

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *