Início » Internacional » Boatos provocam onda de linchamentos na Índia
MENSAGENS NO WHATSAPP

Boatos provocam onda de linchamentos na Índia

Boatos no WhatsApp sobre supostos traficantes de crianças já levaram a uma morte por linchamento e vários feridos

Boatos provocam onda de linchamentos na Índia
A polícia indiana alerta: 'não ataquem ninguém com base em suspeitas' (Fonte: Reprodução/Pixabay)

Uma série de boatos que estão circulando no WhatsApp na Índia tem provocado uma onda de violência. As falsas notícias, que tratam de supostos traficantes de crianças, já levaram a uma morte por linchamento e vários feridos.

Já foram registrados cinco casos de agressão em diferentes cidades do estado de Gujarat, no este da Índia. Tudo por causa de mensagens que afirmam que 300 traficantes teriam chegado ao estado para sequestrar e posteriormente vender crianças.

A imprensa local informou que, no último ano, pelo menos 22 pessoas morreram em toda a Índia por causa de boatos sobre os supostos sequestradores.

Em comunicado, a polícia indiana alerta: “Não se deixem levar pelas mensagens falsas, ou pelos boatos nas redes sociais, e não ataquem ninguém com base em suspeitas”.

Na última terça-feira, 26, aproximadamente 100 pessoas lincharam uma moradora de rua de 45 anos e outras três mulheres na cidade de Ahemdabad por suposto envolvimento com os supostos grupos de traficantes descritos nas mensagens falsas que circulam no WhatsApp. A moradora de rua morreu no hospital. As outras mulheres tiveram ferimentos menos graves.

Em outra cidade, Rajkot, outras seis pessoas também ficaram feridas por causa dos boatos.  Há ainda registros de outras duas agressões na cidade de Surat.

Fontes:
G1 - Boatos de Whatsapp sobre traficantes de crianças deflagram onda de linchamentos na Índia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *