Início » Internacional » Boko Haram pode ter matado 2.000 pessoas na Nigéria
Terror

Boko Haram pode ter matado 2.000 pessoas na Nigéria

Os funcionários do governo dizem que a cidade de Baga simplesmente ao existe mais

Boko Haram pode ter matado 2.000 pessoas na Nigéria
Abubakar Shekau, líder do Boko Haram em vídeo enviado imprensa pelo grupo (Reprodução)

Durante meses, o medo do Boko Haram tem dominado a Nigéria. Os grupo radical islâmico capturou a atenção internacional através de uma campanha implacável de brutalidade. O grupo não quer mais apenas paralisar um governo. Ele pretende criar um de acordo com seus preceitos.

Em agosto, o líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, anunciou a criação de seu “califado islâmico”, tendo se espalhado rapidamente em pelo estado de Borno, nordeste da Nigéria. Uma cidade chamada Baga,  era o último  lugar em Borno sob o controle do governo nacional. Mas no último fim de semana, isso mudou.

“Definitivamente, há algo de errado que faz com que os nossos militares abandonem seus postos cada vez que há um ataque da Boko Haram”, disse o  senador estadual local Maina Maaji Lawan à BBC.

Não está claro quantas pessoas foram mortas em Baga. Relatórios divulgados na última quinta-feira, 8, afirma que  foram centenas. No entanto, esse número pode ser ainda maior. Musa Alhaji Bukar , um alto funcionário do governo em Borno, disse que os jihadistas do Boko Haram mataram mais de 2.000 pessoas. Caso isso seja verdade, significaria que, em um único ataque, o grupo igualou sua contagem total de mortes no ano passado.

As estimativas apontam que 20 mil pessoas foram deslocadas. Os funcionários do governo dizem que a cidade de Baga simplesmente não existe mais. De acordo com a AFP, o ataque recente de Boko Haram significa que o grupo controla todas as fronteiras da Borno com Níger, Chade e Camarões.

Fontes:
The Washington Post - Boko Haram may have just killed 2,000 people: ‘Killing went on and on and on’

1 Opinião

  1. Ludmila Lofiego disse:

    A Nigéria tem quase tanta gente quanto o Brasil, a maioria miserável, por isso essas notícias não chegam. Agora em Paris . . …..matam os desenhistas do deboche (débauche, em francês) e o mundo fica todo ultrajado.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *