Início » Internacional » Boko Haram sequestra mais de 500 mulheres e crianças na Nigéria
Terrorismo

Boko Haram sequestra mais de 500 mulheres e crianças na Nigéria

Insurgentes invadiram a cidade de Damasak e levaram 506 pessoas com eles, que serão explorados como soldados ou escravos

Boko Haram sequestra mais de 500 mulheres e crianças na Nigéria
De acordo com um morador de Damasak, 506 mulheres jovens e crianças foram levadas, entre elas suas três filhas e sua esposa (Foto: Reprodução/Internet)

O grupo radical Boko Haram aterroriza os nigerianos há anos, todo mês realizando sequestros de mulheres e crianças. A região nordeste da Nigéria é a que mais sofre. Lá há domínio do grupo em algumas cidades e conflitos com a coalizão formada pelo exército local e o de países vizinhos, como Níger e Chade.

Leia mais: Boko Haram será derrotado em um mês, diz presidente da Nigéria
Leia mais: Boko Haram jura lealdade ao Estado Islâmico e gera incertezas

O caso mais famoso, e talvez o único conhecido, ocorreu há quase um ano, quando os insurgentes invadiram uma escola na cidade de Chibok e levaram mais de cem estudantes. Não se sabe o paradeiro das meninas, mas especula-se que elas sejam usadas como escravas sexuais.

Porém, Houve muitos outros raptos similares ao de Chibok, como na última terça-feira, 24, quando centenas de garotos e garotas desapareceram na cidade de Damasak, de acordo com a BBC e Reuters. As informações divergem quanto ao número de pessoas sumidas e se foram apenas crianças.

“Eles pegaram 506 jovens mulheres e crianças em Damasak. Nós não sabemos se eles mataram outros antes de partir, mas eles levaram todos com eles”, disse um informante da Reuters, Souleymane Ali, que teve a esposa e três filhas levadas pelos insurgentes. “Duas delas iriam se casar ainda este ano”.

Sequestro em massa de mulheres e crianças se tornou um dos símbolos da crueldade do Boko Haram. Porém os casos são recentes na história de 14 anos da organização, o que talvez explique o crescimento dela. Os terroristas sempre realizaram sequestros, mas o foco mudou recentemente. A necessidade de material humano fez com que parassem de raptar estrangeiros para buscar crianças e mulheres. As crianças de sexo masculino geralmente se tornam soldados, as meninas e mulheres são feitas de escravas sexuais e forçadas a se casar com os rebeldes.

“Estima-se que o Boko Haram já tenha capturado entre 500 e 2000 mulheres desde 2013, quando começaram os sequestros em massa, porém a maior parte dos casos não é reportado às autoridades”, afirmou o porta-voz do Centro de Combate ao Terrorismo de West Point, Jacob Zenn.

Fontes:
Washington Post-The brutal reason Boko Haram just took 500 ‘young women and children’

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *