Início » Internacional » Boko Haram supera Isis em número de vítimas fatais
TERRORISMO

Boko Haram supera Isis em número de vítimas fatais

Estudo revela que os dois grupos juntos são responsáveis por nada menos que 51% das mortes pelo terrorismo mundial

Boko Haram supera Isis em número de vítimas fatais
O número de mortes por terrorismo subiu 80% de 2013 para 2014, alcançando um recorde histórico de 32.658 vítimas ao redor do mundo, enquanto em 2013 foram 18.111 (Reprodução/Vision of Humanity)

O Índice de Terrorismo Global 2015, elaborado pelo Instituto para a Economia e Paz (IEP), de Sydney, revelou que o Boko Haram é o grupo extremista que mais mata no mundo, ultrapassando o Estado Islâmico. O Boko Haram jurou lealdade ao Isis em março deste ano.

O índice leva em consideração dados de 2014. De acordo com o estudo, foram 6.644 mortes atribuídas ao Boko Haram e 6.073 cometidas pelo Estado Islâmico. Ou seja, os dois grupos juntos são responsáveis por nada menos que 51% das mortes pelo terrorismo mundial, segundo o estudo.

O número de mortes por terrorismo subiu 80% de 2013 para 2014, alcançando um recorde histórico de 32.658 vítimas ao redor do mundo, enquanto em 2013 foram 18.111. O número de 2014 é quase dez vezes maior do que o do ano 2000, quando 3.329 pessoas foram mortas por terroristas. Além disso, 78% de todas essas mortes de 2014 aconteceram no Afeganistão, no Paquistão, na Síria, no Iraque e na Nigéria. Apesar de o Iraque continuar sendo o país mais impactado pelo jihadismo, com 9.929 mortes registradas em 2014, houve um aumento de 300% no número de fatalidades sofridas pela Nigéria.

Desde 2009, o Boko Haram soma 17 mil mortos. O presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, prometeu acabar com o grupo terrorista até o final do ano.

O Estado Islâmico, por sua vez, matou mais gente em combate do que em atos de terrorismo. O Isis é responsável por, pelo menos, 20 mil mortes no campo de batalha ao longo de 2014. Já o grupo mais mortífero de 2013, o Talibã, ficou em terceiro lugar em 2014, matando 3.477 pessoas por meio de ataques terroristas.

O custo econômico

O relatório também revela o alto custo econômico do terrorismo. As estimativas conservadoras afirmam que os danos causados em 2014 foram de US$ 52,9 milhões, um aumento de 61% em comparação com o ano anterior, e de dez vezes em relação a 2000.

No entanto, a guerra ao terror continua a ser mais cara do que os danos diretos causados pelos terroristas. Estima-se que U$ 117 bilhões tenham sido gastos  ao redor do mundo para reforçar a segurança nacional contra possíveis ameaças de terrorismo.

Além disso, o relatório mostra que 70% dos ataques cometidos no Ocidente desde 2006 são realizados pelos chamados “lobos solitários”, indivíduos sem ligação direta a um comando central, de maneira relativamente autônoma.

 

 

Fontes:
O Globo-Boko Haram é o grupo extremista que mais mata no mundo, diz estudo
Sputnik Brasil-Mapa do Terror: Relatório revela que Boko Haram mata mais que o Estado Islâmico

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *