Início » Internacional » Bush está certo em não aceitar fracasso no Iraque, diz a Economist
Internacional

Bush está certo em não aceitar fracasso no Iraque, diz a Economist

Apesar de a grande maioria dos americanos acreditar que os Estados Unidos perderam a guerra no Iraque e do conselho dado pelo comitê Baker-Hamilton ao presidente Bush de retirar a maioria das tropas no início de 2008, a estratégia de Bush é simplesmente inversa.

Esta semana, o governo americano decidiu enviar mais 20 mil soldados ao Iraque para reforçar a atuação dos 130 mil já presentes no país. O plano de Bush visa acalmar os ânimos entre xiitas e sunitas, proporcionando um clima mais favorável para que o governo iraquiano possa se estabilizar e evitar a guerra civil.

Segundo a Economist, o presidente americano está certo desta vez, pois os americanos já erraram na invasão do Iraque. Eles agora têm a responsabilidade de evitar problemas ainda maiores.

Fontes:
Economist - George Bush and Iraq -- Baghdad or bust

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Paulo Roberto Martins disse:

    Este lunático deveria enviar suas filhas,já crescidas,para servirem ao exército americano no Iraque,como aliás todos aqueles “congressitas” que apóiam a guerra dentro do conforto de suas mansões enquanto os filhos dos outros explodem todos os dias.Meu pai,já falecido,sempre me dizia que a fome no mundo seria resolvida quando encerrassem sem comida em uma sala o presidente dos EUA e da União Soviética(na época)!Esta observação simplória está bastante atualizada no caso da chacina do Iraque.Como é fácil decidir quando são os outros que fazem o trabalho sujo!

  2. Dalmo Amorim disse:

    Na verdade é uma dupla estratégia que grande parte não conhece: por um lado ele tenta aprovação no Congresso iraquiano de uma lei que transfere 75% do petróleo existente no Iraque a algumas empresas, entre elas várias americanas. Por outro lado, de que adianta possuir todo este petróleo se não poderá ser extraído e transportado? Há muito mais em jogo do que a vida de Saddam e alguns xiitas. Do mesmo modo que Saddam tungou as empresas que exploravam petróleo no Iraque, Bush concedeu-se o direito de tomar de volta, enforcar Saddam, porém o preço que o pobre povo daquele país (e do Afeganistão) pagam é muito alto: guerra e mortes.

  3. Markut disse:

    Infelizmente ,a trágédia de lesa humanidade que a própria humanidade comete historicamente, atrás de botins ( ouro, prata, especiarias, petroleo, ópio, diamante, etc.) não p terá fim.
    Parece ser a sina da nossa natureza, capaz de grandes atos de heroismo, amor ao próximo e despreeendimento e, ao mesmo tempo, passivel de atos de cupidez desmedida, crueldade e estupidez explícita. Pelo visto, é inescapavel o binômio anjo-demônio.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *