Início » Internacional » Câmara argentina aprova legalização do aborto
ARGENTINA

Câmara argentina aprova legalização do aborto

O projeto de lei estabelece que o aborto será livre, legal e gratuito até a 14ª semana de gestação

Câmara argentina aprova legalização do aborto
Grupos pró-aborto estimam que anualmente são realizado em torno de 450 mil abortos clandestinos no país (Foto: Twitter/@CampAbortoLegal)

A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou a legalização do aborto por 129 votos a favor, 125 contra e uma abstenção. O debate do texto, que agora segue para o Senado, se prolongou por 23 horas.

O projeto de lei estabelece que o aborto será livre, legal e gratuito até a 14ª semana de gestação. Após esse período, só poderão ser abortados os fetos que tenham diagnósticos incompatíveis com a vida.

O texto também propõe a criação de um registro nacional de monitoramento e avaliação do aborto em todo o país. O projeto modifica os artigos do Código Penal que criminalizam quem pratica e pra quem se submete a um aborto.

A aprovação no Senado vai ser mais difícil, já que a influência dos governadores e da Igreja é maior entre os legisladores. Grupos pró-aborto estimam que anualmente são realizado em torno de 450 mil abortos clandestinos no país.

Leia também: Argentina discute a legalização do aborto

Fontes:
O Globo-Com placar apertado, Câmara da Argentina aprova legalização do aborto

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *