Início » Internacional » Projeto de lei permitiria câmeras no Supremo Tribunal dos EUA
EUA

Projeto de lei permitiria câmeras no Supremo Tribunal dos EUA

Por enquanto, câmeras ainda estão condenadas ao ostracismo na Corte Suprema dos Estados Unidos

Projeto de lei permitiria câmeras no Supremo Tribunal dos EUA
Restrição decepcionará os quase três quartos dos americanos que gostariam de assistir ao trabalho dos juízes nos tribunais (Reprodução/Corbis)

Um projeto de lei que circula na Câmara dos Representantes, com o título sugestivo de Sunshine in the Courtroom Act, tem o objetivo de revogar uma proibição de 70 anos referente à entrada de câmeras nos tribunais federais. Isso permitiria a cobertura da mídia dos processos julgados nesses tribunais a critério do presidente do tribunal.

Se o projeto de lei for aprovado, julgamentos como o do suspeito do atentado à bomba durante a maratona de Boston, poderão ser transmitidos para as salas de estar dos cidadãos norte-americanos. Mas as regras da Suprema Corte dos EUA são mais rígidas. O sol só irá brilhar na mais alta corte de justiça norte-americana se o presidente da Suprema Corte quiser. E apesar da abertura relutante à nova tecnologia, o presidente revelou no relatório de fim de ano que nem ele ou seus colegas tem interesse que a mídia acompanhe os julgamentos dos processos.

Essa restrição decepcionará os quase três quartos dos americanos que gostariam de assistir ao trabalho dos juízes nos tribunais.

As transcrições e gravações de áudio das audiências estão disponíveis no site da Suprema Corte; mas, até o momento, a presença de observadores limita-se aos membros da imprensa e de pessoas que fazem fila cedo para disputar um assento nas centenas de lugares da galeria pública. O sol não irá brilhar na sala sagrada do tribunal; com ou sem lei, a pesada cortina não se abrirá por enquanto.

Fontes:
The Economist-Draw back the curtain?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *