Início » Internacional » Candidato é acusado de incitar ódio de classes
Barack Obama e os salários de CEOs

Candidato é acusado de incitar ódio de classes

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O colunista Lee Cary, do site American Thinker, diz que Obama instrumentaliza ressentimentos e faz populismo ao comparar a média salarial dos EUA com o que ganham os CEOs.

Lee Cary relaciona algumas declarações recentes de Obama para exemplificar, como aquela onde o pré-candidato democrata diz que "temos um déficit [moral] quando CEOs ganham mais em dez minutos do que alguns trabalhadores ganham em dez meses".

O colunista lembra que quando um político faz críticas às disparidades salariais numa entrevista a David Letterman, o público aplaude, mas não lhes ocorre que Letterman ganha US$ 154 mil por programa. "Bem acima da média salarial dos trabalhadores", ironiza. Cary destaca ainda que Obama ganhou votos com o apoio de Oprah Winfrey, que ganha US$ 260 milhões por ano.

Obama cita números que simplesmente não são verdadeiros.

Fontes:
American Thinker - Obama, CEO Pay, and the Politics of Class Envy

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Esse Obama é um populista talentoso. Tem até chance de ser eleito. É um negro de mãe branca, tem bons dentes, estudou em Harvard, muito mais palatável para a maioria wasp que um negão de verdade, do "deep south".

  2. Henrique disse:

    O povão adora os "populistas"… não vêem Chaves e Lula… se pegarem as promessas de campanha dos dois verão que absolutamente nada do que foi prometido fora cumprido! Espero que nos EUA a éra BUSH termine logo mas que também não venha um pior do que ele.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *