Início » Internacional » Capitão da balsa que afundou matando 304 pessoas pode ser condenado à morte
Coreia do sul

Capitão da balsa que afundou matando 304 pessoas pode ser condenado à morte

Promotoria pede pena de morte para capitão da balsa Sewol, que naufragou em abril deste ano matando centenas de estudantes na Coreia do Sul

Capitão da balsa que afundou matando 304 pessoas pode ser condenado à morte
A balsa Sewol naufragou em 16 de abril deste ano (Reprodução/UOL)

Promotores da Coreia do Sul pediram nesta segunda-feira, 27, a pena de morte para Lee Joon-seok, capitão da balsa Sewol acusado de homicídio. A embarcação naufragou em abril deste ano, matando 304 pessoas, sendo a maioria jovens estudantes.

Leia mais: Número de mortos em naufrágio na Coreia do Sul já passa de 120
Leia mais: Premier sul-coreano renuncia após naufrágio de balsa

O pedido ocorreu durante o julgamento de 15 membros da tripulação que abandonaram a balsa antes do naufrágio, entre eles o capitão. Segundo a promotoria, Lee deve ser condenado à morte por fracassar em cumprir sua obrigação.

“Lee motivou a causa do naufrágio do Sewol. Ele carrega a maior responsabilidade do acidente. Pedimos que a corte o condene à morte”, disse o promotor Park Jae-eok. Além de Lee, outros quatro membros da tripulação são acusados de homicídio. Os outros 11 enfrentam acusações menores, como negligência.

A balsa Sewol naufragou em 16 de abril deste ano, quando fazia uma viagem de rotina na costa sudoeste do país. O caso chocou o país, ao revelar que os estudantes permaneceram em suas cabines, obedientemente, aguardando ordens enquanto a tripulação fugia.

Sobreviventes relataram que a tripulação orientou os passageiros a permanecerem nos seus lugares. Cenas da fuga da tripulação veiculadas na internet causaram indignação da população.

Fontes:
Estadão-Promotores pedem pena de morte para o capitão do navio Sewol

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *