Início » Internacional » Caravana de imigrantes testa o governo Trump
EUA

Caravana de imigrantes testa o governo Trump

Chegada de caravana de imigrantes à fronteira do país com o México coloca política anti-imigração em debate

Caravana de imigrantes testa o governo Trump
Membros da caravana na fronteira entre México e Estados Unidos (Foto: Meghan Dhaliwal/ The New York Times)

Mais de 150 imigrantes, parte de uma caravana de cerca de 1,2 mil pessoas, vindos da fronteira do México, chegaram nos Estados Unidos no último domingo, 29. Agora, eles estão se preparando para pedir asilo no país.

Porém, no mesmo dia, eles receberam a informação de que os órgãos de imigração americanos não iriam analisar seus pedidos, e que eles teriam de passar a noite no lado mexicano da fronteira.

Geralmente, durante o período de Páscoa, os imigrantes vão juntos em direção ao norte como uma forma de proteção contra sequestradores, ladrões e estupradores. Este ano, a caravana chamou atenção para a política anti-imigração do governo. Afinal, os republicanos estão preocupados com a perda do controle da Câmara e talvez do Senado nas eleições do meio do ano.

Na semana passada, Trump tuitou que não permitiria que essas grandes caravanas entrassem nos Estados Unidos. Os imigrantes e seus apoiadores se juntaram num parque e depois numa praça em frente ao centro comunitário no centro de Tijuana, no México.

Para poder pedir asilo, os candidatos precisam provar serem perseguidos ou temer perseguição por causa da raça, nacionalidade, religião, crenças políticas ou por fazer parte de um grupo específico. Mas a proteção alfandegária afirmou no domingo que não tem mais como lidar com pessoas viajando sem documentos.

Quando os imigrantes conseguem que seus casos sejam analisados, eles são levados de ônibus até o Texas, onde mulheres e crianças ficam em centros de detenção e homens adultos ficam detidos em várias instalações que abrigam imigrantes sem documentos. Lá, eles passam por uma entrevista com as autoridades para saber se os candidatos realmente sofrem perseguição. Se eles passarem, os imigrantes podem levar seus casos para um juiz de imigração, um processo que leva meses ou mais. Enquanto isso, eles ficam com tornozeleiras eletrônicas. Frequentemente, eles podem viajar pelo interior do país para ficar com amigos ou familiares.

Trump, no entanto, denunciou que alguns imigrantes estão faltando os julgamentos. No entanto, os que lutam pelo direito dos imigrantes dizem que o governo tem mantido os imigrantes em centros de detenção.

 

Fontes:
The New York Times-Migrant Caravan, After Grueling Trip, Reaches U.S. Border. Now the Really Hard Part.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *