Início » Internacional » Carros autônomos vão redefinir transportes urbanos
TECNOLOGIA

Carros autônomos vão redefinir transportes urbanos

Por razões econômicas e práticas os serviços de táxis-robô substituirão em grande parte os carros privados como transporte em áreas urbanas

Carros autônomos vão redefinir transportes urbanos
No início, os carros autônomos circularão em áreas urbanas específicas (Foto: Wikimedia)

Quando os carros autônomos (AVs) com livre circulação estarão disponíveis para compra? Essa pergunta pressupõe que os AVs se assemelham a carros – que serão vendidos para pessoas físicas – e que poderão circular em todas as ruas e em qualquer tempo. Mas esses pressupostos estão errados. Embora os veículos experimentais sejam versões modificadas de carros comuns, os AVs futuros não terão volantes nem pedais, e serão fabricados em diferentes formas e tamanhos.

No início, os carros autônomos circularão em áreas urbanas específicas. E dividirão o espaço com táxis-robô chamados com o uso de aplicativos. Por uma série de fatores tecnológicos e econômicos os primeiros AVs serão um meio de transporte compartilhado.

A tecnologia necessária para fabricar carros autônomos ainda está em fase de desenvolvimento, mas espera-se que em breve os primeiros modelos sejam liberados para percursos urbanos simples e em boas condições climáticas. Por esse motivo, as empresas têm testado os AVs em Phoenix, Arizona. A Waymo, a empresa de desenvolvimento de carros autônomos da Alphabet, pretende lançar um serviço de táxis-robô em Phoenix este ano. Mais serviços de táxis-robô estarão disponíveis nos próximos anos em outras cidades e, aos poucos, as áreas cobertas por esse tipo de transporte se expandirão.

Em razão de fatores econômicos e práticos os primeiros AVs serão lançados no mercado como serviços de táxis-robô compartilhados. Por fim, talvez em 2030, com a redução do custo dos sensores, que permitem que os AVS percebam o ambiente que os cerca e reajam a mudanças, será possível comprar um carro autônomo. Mas para as pessoas que vivem em cidades, o táxi-robô é uma alternativa mais barata e prática, em comparação com o custo de combustível, seguro e manutenção de um carro. Segundo o banco de investimentos UBS, em 2035 os táxis-robô atenderão a cerca de 80% das pessoas em áreas urbanas e a compra de carros cairá em 70%.

Assim como os automóveis representaram uma revolução nos meios de transporte no século XX, os AVs redefinirão o cenário urbano, além de proporcionar uma nova forma de mobilidade, sobretudo, compartilhada.

Fontes:
The Economist-Why driverless cars will mostly be shared, not owned

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *