Início » Internacional » Carros autônomos vão redefinir transportes urbanos
TECNOLOGIA

Carros autônomos vão redefinir transportes urbanos

Por razões econômicas e práticas os serviços de táxis-robô substituirão em grande parte os carros privados como transporte em áreas urbanas

Carros autônomos vão redefinir transportes urbanos
No início, os carros autônomos circularão em áreas urbanas específicas (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Quando os carros autônomos (AVs) com livre circulação estarão disponíveis para compra? Essa pergunta pressupõe que os AVs se assemelham a carros – que serão vendidos para pessoas físicas – e que poderão circular em todas as ruas e em qualquer tempo. Mas esses pressupostos estão errados. Embora os veículos experimentais sejam versões modificadas de carros comuns, os AVs futuros não terão volantes nem pedais, e serão fabricados em diferentes formas e tamanhos.

No início, os carros autônomos circularão em áreas urbanas específicas. E dividirão o espaço com táxis-robô chamados com o uso de aplicativos. Por uma série de fatores tecnológicos e econômicos os primeiros AVs serão um meio de transporte compartilhado.

A tecnologia necessária para fabricar carros autônomos ainda está em fase de desenvolvimento, mas espera-se que em breve os primeiros modelos sejam liberados para percursos urbanos simples e em boas condições climáticas. Por esse motivo, as empresas têm testado os AVs em Phoenix, Arizona. A Waymo, a empresa de desenvolvimento de carros autônomos da Alphabet, pretende lançar um serviço de táxis-robô em Phoenix este ano. Mais serviços de táxis-robô estarão disponíveis nos próximos anos em outras cidades e, aos poucos, as áreas cobertas por esse tipo de transporte se expandirão.

Em razão de fatores econômicos e práticos os primeiros AVs serão lançados no mercado como serviços de táxis-robô compartilhados. Por fim, talvez em 2030, com a redução do custo dos sensores, que permitem que os AVS percebam o ambiente que os cerca e reajam a mudanças, será possível comprar um carro autônomo. Mas para as pessoas que vivem em cidades, o táxi-robô é uma alternativa mais barata e prática, em comparação com o custo de combustível, seguro e manutenção de um carro. Segundo o banco de investimentos UBS, em 2035 os táxis-robô atenderão a cerca de 80% das pessoas em áreas urbanas e a compra de carros cairá em 70%.

Assim como os automóveis representaram uma revolução nos meios de transporte no século XX, os AVs redefinirão o cenário urbano, além de proporcionar uma nova forma de mobilidade, sobretudo, compartilhada.

Fontes:
The Economist-Why driverless cars will mostly be shared, not owned

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *