Início » Internacional » Caso Charlie Gard: fim da batalha legal sobre o tratamento do bebê
LUTA DE CHARLIE

Caso Charlie Gard: fim da batalha legal sobre o tratamento do bebê

Pais do menino agora discutem com o hospital quando e como os aparelhos vão ser desligados

Caso Charlie Gard: fim da batalha legal sobre o tratamento do bebê
Connie Yates e Chris Gard com o pequeno Charlie Gard (Foto: Charlie's Fight)

Nesta segunda-feira, 24, Chris Gard e Connie Yates, pais do pequeno Charlie Gard, encerraram a batalha judicial sobre o tratamento do filho. A decisão ocorreu depois do Tribunal Europeu de Direitos Humanos e a Suprema Corte britânica negarem que Charlie fosse transferido para os Estados Unidos para um tratamento experimental. Agora, o casal discute com o Great Ormond Street Hospital como e quando os aparelhos serão desligados.

Leia mais: O polêmico caso do bebê Charlie Gard

O advogado da família, Grant Armstrong, criticou a demora do processo do caso durante sua fala na Suprema Corte. “Para Charlie, é muito tarde, o tempo acabou. Ele sofreu danos musculares irreversíveis, e o tratamento não pode mais ser bem-sucedido (…) Charlie esperou pacientemente pelo tratamento. Por causa do atraso, essa janela de oportunidade foi perdida”, disse.

Na saída do julgamento, Conni Yates falou sobre a decisão. “Nós decidimos deixá-lo ir. Ele tinha uma chance real de melhorar. Agora, nós nunca saberemos o que aconteceria se ele fosse tratado”.

Charlie Gard tem um caso raro de miopatia mitocondrial e sobrevive por conta de aparelhos. O Papa Francisco e o presidente americano, Donald Trump, tentaram oferecer ajudar no tratamento de Charlie. Todas as tentativas foram negadas pela justiça britânica.

Fontes:
G1-Pais vão discutir com hospital desligamento de máquinas que mantêm bebê vivo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *