Início » Internacional » Cerca de 21 milhões de crianças por ano não recebem vacina contra sarampo
UNICEF

Cerca de 21 milhões de crianças por ano não recebem vacina contra sarampo

Número é uma média dos anos 2010 a 2017, segundo Unicef

Cerca de 21 milhões de crianças por ano não recebem vacina contra sarampo
Criança é vacinada em um posto no Iêmen (Fonte: Reprodução/Aidroos Alaidroos/Divulgação Unicef)

Dados divulgados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nesta quarta-feira, 24, apontam que, em todo o mundo, cerca de 21,1 milhões de crianças por ano não recebem vacina contra sarampo.

De acordo com o Unicef, o aumento do número de crianças que não são vacinadas contra a doença se deve à falta de acesso à vacina, a sistemas de saúde precários e também ao ceticismo em relação à imunização.

O sarampo é causado por um vírus altamente contagioso. A transmissão ocorre de forma direta, por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

O número atual de crianças que não recebem vacina contra sarampo por ano é uma média dos anos 2010 a 2017.

A diretora executiva do Unicef, Henrietta Fore, ressaltou que “o terreno para os surtos globais de sarampo que estamos testemunhando hoje foi estabelecido anos atrás”.

Em todo o mundo, foram registrados mais de 110 mil casos de sarampo no primeiro trimestre deste ano. Houve um aumento de quase 300% em comparação com o mesmo período de 2018.

Muitas pessoas que tomam a primeira dose da vacina contra o sarampo acabam não retornando para receber a segunda dose, o que é fundamental no caso do sarampo.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 95% de cobertura de imunização para obter a imunidade coletiva.

Proteção

O problema não está restrito aos países mais pobres. Nos EUA, por exemplo, mais de 2,5 milhões de crianças não receberam a primeira dose da vacina entre 2010 e 2017.

O Unicef ressalta que “as vacinas poupam até 3 milhões de vidas por ano, protegendo as crianças de doenças potencialmente letais e altamente infecciosas, como sarampo, pneumonia, cólera e difteria” e “cada US$ 1 gasto em imunização infantil retorna até US$ 44 em benefícios”.

Leia também: Casos de sarampo aumentam 300% em todo o mundo 

Fontes:
G1 - Mais de 20 milhões de crianças por ano deixam de tomar vacina contra sarampo, diz Unicef

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *