Início » Internacional » Chefe da agência de proteção ambiental dos EUA renuncia
ESTADOS UNIDOS

Chefe da agência de proteção ambiental dos EUA renuncia

Scott Pruitt pediu demissão do cargo em meio a uma série de denúncias de uso ilegal de dinheiro público

Chefe da agência de proteção ambiental dos EUA renuncia
Scott Pruitt deixou o cargo, que será assumido por Andrew Wheller (Foto: Administrator Pruitt/Twitter)

O chefe da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), Scott Pruitt, pediu demissão do seu cargo na última quinta-feira, 5. O anúncio foi feito pelo presidente americano Donald Trump, que afirmou, através das redes sociais, ter aceitado o pedido de renúncia.

“Aceitei a renúncia de Scott Pruitt como administrador da Agência de Proteção Ambiental. Dentro da Agência, Scott fez um excelente trabalho e sempre serei grato a ele por isso”, escreveu Trump.

Ainda pelas redes sociais, Trump afirmou que o vice da agência, Andrew Wheeler, com a aprovação do Senado, vai assumir o comando da EPA interinamente. Wheeler é um ex-lobista da indústria do carvão. “Não tenho dúvida de que Andy irá continuar com os nossos grandes e duráveis planos para EPA”, garantiu o presidente americano.

Em sua carta de renúncia, divulgada pelo jornal britânico Guardian, Pruitt afirmou que era “extremamente difícil” deixar o cargo. No entanto, o ex-chefe da EPA apontou que “os ataques implacáveis ​​contra mim, minha família, são sem precedentes e causaram danos consideráveis ​​em todos nós”.

Pruitt é investigado por um suposto envolvimento em uma série de escândalos enquanto estava no comando da EPA. Entre eles, o, agora, ex-chefe da agência teria comprado, repetidas vezes, passagens de avião, na primeira classe, com o dinheiro público; e o aluguel de uma casa para lobistas por um valor abaixo do mercado. Desde o último mês, as ações de Pruitt foram alvos de 14 investigações federais.

De acordo com a imprensa americana, Pruitt teria pressionado os seus funcionários para procurar um bom emprego para a sua esposa, Marlyn Pruitt. A denúncia teria sido o estopim para que o chefe da EPA renunciasse.

Funcionários da Casa Branca e, até mesmo, políticos republicanos já pressionavam para que Pruitt renunciasse, segundo fontes internas da administração de Trump. Ele é mais um funcionário a deixar o governo. Aos mais críticos, a gestão de Trump gera desconfiança pela intensa troca de comando em diferentes setores.

Pruitt foi procurador-geral de Oklahoma e tinha um posicionamento próximo à indústria de petróleo e gás. Anteriormente, o ex-chefe da EPA já tinha entrado com diferentes ações judiciais contra a agência que ele passou a liderar. Pruitt foi responsável pela revogação de inúmeros regulamentos ambientais, que visavam reduzir a poluição, implementados na gestão de Barack Obama.

Fontes:
DW-Chefe da agência de proteção ambiental dos EUA renuncia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Áureo Ramos de souza disse:

    Ar poluído, ou melhor o mundo feder pois não é só no Brasil nos Estados Unidos politicos também roubam.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *