Início » Internacional » Chefe da Emirates Airlines diz que o voo MH370 não caiu no Oceano Índico
Malaysia Airlines

Chefe da Emirates Airlines diz que o voo MH370 não caiu no Oceano Índico

Em entrevista à revista alemã 'Der Spiegel', Tim Clark questiona a versão oficial do desaparecimento e diz que a suspeita de sequestro não pode ser descartada

Chefe da Emirates Airlines diz que o voo MH370 não caiu no Oceano Índico
Clark questionou o fato de as operações de busca não terem encontrado sequer um assento no local onde ocorreu a suposta queda (Reprodução/Reuters)

Tim Clark, chefe da empresa aérea Emirates Airlines, disse acreditar que o voo MH370 não caiu no Oceano Índico. A Emirates é dona de 127 aviões do modelo Boeing 777, da Malaysia Airlines, que desapareceu em março deste ano, com 239 pessoas a bordo.

Leia mais: Austrália retoma as buscas pelo voo MH370
Leia mais: Tecnologia de mapeamento reduz área de busca
Leia mais: Polícia reprime ato para marcar seis meses do sumiço do voo MH370

Em entrevista à revista alemã Der Spiegel, Clark disse ainda não acreditar que o avião estava no piloto automático quando desapareceu. “Na minha opinião, o avião estava sob controle do piloto até o fim”.

As declarações de Clark vão de encontro à versão oficial de que o voo MH370 caiu no sul do Oceano Índico após voar no piloto automático até acabar o combustível. Clark também questionou o fato de as operações de busca não terem encontrado sequer um assento no local onde ocorreu a suposta queda. “Nossa experiência mostra que em acidentes na água sempre sobra algum destroço”.

Para Clark, a suspeita de que o avião tenha sido sequestrado para fins terroristas não pode ser descartada. “Precisamos investigar quem estava naquele avião, com detalhes que, obviamente, alguém deve saber. Precisamos saber o que havia no porão do avião. Aquele modelo tem um dos sistemas de rastreamento mais sofisticados do mundo. Não é fácil desligá-lo e os pilotos não são treinados para isso. Mas no caso do voo MH370, o dispositivo foi facilmente desligado de forma a eliminar a busca por rastreamento”.

Fontes:
The Independent-MH370: Malaysia Airlines boss claims missing plane did not crash into Indian Ocean

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *