Início » Internacional » Chefes do setor automobilístico causam problema para setor de jatos
Bola de neve

Chefes do setor automobilístico causam problema para setor de jatos

Há poucos meses, os CEOs da General Motors, Ford e Chrysler foram duramente criticados por chegarem em Washington nos jatos executivos de suas empresas para pedir dinheiro ao governo. Agora, são as fabricantes dessas aeronaves que estão sofrendo as consequências.

Os chefes do setor automobilístico poderiam ter saído em defesa dos seus jatos executivos, alegando que são instrumentos de economia de tempo. Mas porque não o fizeram, estes aviões agora estão sendo considerados um mal. É o que diz o representante de uma empresa de análise do mercado de aviação.

Ele afirma que as empresas em geral estão agora correndo para se desfazer destes símbolos da ganância corporativa, e que as vendas do setor de jatos executivos podem cair até 80%. Segundo dados de um banco suíço, o número de jatos usados colocados à venda havia aumentado 62% no final de novembro do ano passado, em comparação com o mesmo período de 2007.

Fontes:
Economist - Corporate jets: Deeply uncool

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Tem um bom elemento de demagogia nessa súbita demonização do jato executivo. O fato é que o presidente de uma grande empresa vive sob pressão do tempo, não tem de ser sujeitado a filas, atrasos, etc. É melhor para a empresa que o tempo dele seja aproveitado o melhor possível. Acho que existe um elemento de inveja nos críticos.

  2. E. Coelho disse:

    Presidente da Japan Airlines vira ídolo no YouTube

    Depois de mostrar seu modo de vida "modesto" em reportagem na CNN, presidente da maior companhia aérea japonesa vira "exemplo"

    Veja a matéria completa no seguinte endereço:

    http://epocanegocios.globo.com/Revista/Epocanegocios/1,,EDG85875-16628,00.html

  3. heloisa disse:

    Concordo que a demonização é em parte inveja. Mas os presidentes destas companhias em dificuldades também avaliaram inadequadamente o seu tempo, o foco e a atenção do mundo e dos americanos naquela histórica ida ao congresso. Talvez a pressão e não o tempo tenha lhes roubado esta sensibilidade em relação a opinião pública.

  4. Markut disse:

    Mais uma sinalização de como anda distorcida e como é petulante a postura desses altos executivos.
    Eles esqueceram que foram a Washington mendigar ajuda?
    A foto com a esquadrilha de jatos executivos pousados no aeroporto, mostra a injustificavel soberba.
    Política e eticamente, teria sido mais palatavel que um jatinho só (eventualmente maior) tivesse transportado toda a entourage.

  5. francisco trentini disse:

    Assunto:"Bola de neve etc"
    Este artigo mostra o quanto uma opinoão é capas de gerar a queda de um negócio.,
    Em outra página,lí o artigo:"Apesar da crise,as vendas pela internet aumentam em X%"
    Eu me ponho a pensar nas responsabilidades dos nossos atos.
    Porque o jornalista não escreveu:Já há sinais de arrefecimento da crise,uma vez que as vendas pela internet aumentaram em X%?
    Sou médico e tenho arrepios ao pensar em um médico falando com seu paciente:Apesar do seu cancer,sua saúde melhorou em X%.Seria loucura,mas vindo de um jornalista parece normal,MAS NÃO É NÃO.É uma maneira catastrófica de aumentar o que já é grave:a crise que existe e não foi criada por nós.Segundo vários econmistas que eu conheço,um grande percentual desta crise é provocada pela imprensa e um título como este é uma prova cabal do que acabei de dizer.
    Porque este catrastofismo que mina nossa única saída:o mercado interno?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *