Início » Internacional » Chelsea Manning tentou cometer suicídio na prisão
ESTADOS UNIDOS

Chelsea Manning tentou cometer suicídio na prisão

Tentativa foi confirmada por advogados da ex-soldado do exército americano condenada em 2013 por vazar documentos sigilosos para o WikiLeaks

Chelsea Manning tentou cometer suicídio na prisão
Chelsea, de 28 anos, foi condenada a 35 anos de prisão (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Advogados de Chelsea Manning confirmaram que ela tentou cometer suicídio em sua cela na semana passada. Ex-soldado do exército americano, Chelsea, de 28 anos, foi condenada a 35 anos de prisão em 2013, por vazar mais de 700 mil documentos sigilosos do exército e do Departamento de Segurança dos EUA para o site WikiLeaks.

Leia mais: Manning quer mudar de sexo e viver como Chelsea Manning
Leia mais: Bradley Manning é condenado a 35 anos de prisão

Na última segunda-feira, 11, um comunicado da prisão militar de Fort Leavenworth, no Kansas, onde Chelsea cumpre sentença, declarou que “a tentativa de suicídio foi frustrada”. “Ela quer que todos saibam que está em constante observação médica e permanecerá assim por algumas semanas”, disse o comunicado. A forma como Chelsea tentou se matar não foi revelada.

Os advogados de Chelsea divulgaram uma nota confirmando a tentativa e criticando o comunicado, afirmando que ele viola a privacidade da ex-soldado ao revelar publicamente que ela foi hospitalizada.

“As graves violações do governo à confidencialidade ao anunciar seu estado de saúde para a mídia criou o temor de que eles continuarão a divulgar informações sobre ela sem alertar”, disse a nota.

Chelsea era analista de inteligência do exército americano e servia no Iraque quando vazou os documentos confidenciais para o WikiLeaks. Inicialmente, ela foi presa como Bradley Manning, mas declarou ser transexual e disse que pretendia começar a viver como mulher.

Na época em que foi presa, Chelsea disse que sua condenação era extremamente injusta e que suas ações eram de um soldado inocente, que pretendia revelar as ferramentas de guerra usadas no Iraque e no Afeganistão.

Fontes:
Al Jazeera-Lawyers confirm Chelsea Manning attempted suicide

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *