Início » Internacional » Chelsea Manning vai concorrer ao Senado dos EUA
EUA

Chelsea Manning vai concorrer ao Senado dos EUA

Ex-militar condenada por repassar documentos confidenciais do governo americano ao WikiLeaks formalizou candidatura

Chelsea Manning vai concorrer ao Senado dos EUA
Libertada no ano passado, Chelsea pretende estrear na política (Foto: Twitter)

Chelsea Manning, a ex-militar transexual condenada por repassar documentos confidenciais do governo americano ao WikiLeaks, pretende estrear na política. Neste fim de semana, ela apresentou a documentação para se candidatar oficialmente ao Senado americano pelo estado de Maryland.

Ela vai disputar com o democrata com Ben Cardin, que ocupa o posto há dois mandatos e é favorito para conseguir a reeleição em novembro. Chelsea foi presa em 2010, quando era conhecida como Bradley Manning, ex-analista dos serviços de informação militares.

Bradley foi condenado em 2013 a 35 anos de prisão pela divulgação de mais de 700 mil documentos militares e do Departamento de Estado no portal Wikileaks, o maior vazamento de documentos sigilosos da história dos EUA. Na prisão, Bradley iniciou tratamento para mudança de sexo e passou a se chamar Chelsea Manning.

No ano passado, Barack Obama comutou a pena de Manning. Ela foi libertada em maio da prisão militar no Kansas, onde cumprira sete anos da pena.

Fontes:
DW Notícias-Chelsea Manning quer concorrer ao Senado dos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *