Início » Internacional » Chile volta a ser palco de protestos
'SUPERSEGUNDA'

Chile volta a ser palco de protestos

Dezenas de milhares de chilenos saíram às ruas nesta segunda para protestar após serem convocados pelas redes sociais

Chile volta a ser palco de protestos
Chilenos estão nas ruas pela terceira semana consecutiva (Fonte: Reprodução/Twitter/@piensaPrensa/galería CIMA)

Dezenas de milhares de chilenos, a maioria estudantes, saíram às ruas da capital Santiago e de outras cidades do Chile nesta segunda-feira, 04, para uma “supersegunda” de protestos. As manifestações, que já seguem pela terceira semana seguida, foram convocadas pelas redes sociais.

Houve confrontos com a polícia no entorno da praça Itália e também em outras partes da capital chilena. Agentes de segurança usaram jatos d’água e atiraram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes que tentavam chegar ao Palácio Presidencial de La Moneda.

Durante os protestos nesta “supersegunda”, houve registro de um terremoto de 6,1 graus de magnitude, segundo o Centro Sismológico Nacional. Não há relatos de danos ou vítimas. O tremor teria atingido pelo menos seis regiões do centro e do sul do país.

Os chilenos estão nas ruas pela terceira semana consecutiva para protestar contra o que consideram um Estado ausente em educação, saúde e Previdência.

Pelo menos 20 pessoas já morreram desde o início dos protestos e cerca de 150 manifestantes tiveram ferimentos oculares.

Dados oficiais apontam para danos estimados em mais de US$ 900 milhões por conta da depredação de pequenas e médias empresas, de estabelecimentos comerciais e infraestrutura pública.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Dezenas de milhares vão às ruas em 'supersegunda' de protestos no Chile

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rogerio Faria disse:

    Cadê o “posto ipiranga” para defender esse sistema claudicante.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *