Início » Internacional » China é líder global em construção de arranha-céus
OBSESSÃO POR PRÉDIOS ALTOS

China é líder global em construção de arranha-céus

A China foi responsável pela construção de 61,5% dos novos prédios com mais de 200 metros de altura registrados no mundo este ano

China é líder global em construção de arranha-céus
Cidades asiáticas dominaram o setor de construção de arranha-céus em 2018 (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A China se destacou no mercado imobiliário em 2018 com a construção de 88 arranha-céus, segundo dados divulgados pelo relatório anual do Council of Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH). Esse número representa um marco na história da construção de arranha-céus em um único país e superou em quase sete vezes os 13 prédios construídos nos EUA.

Na última década, o mundo assistiu a um crescimento acentuado de arranha-céus. De acordo com o relatório anual do CTBUH, o número de novos prédios com mais de 200 metros de altura diminuiu para 143 este ano, uma queda pequena em relação a 2017, que registrou o número recorde de 147 novos arranha-céus.

A China foi responsável pela construção de 61,5% dos novos prédios citados no relatório. Catorze foram construídos em Shenzhen, no sul do país, que, pelo terceiro ano consecutivo, foi a cidade com mais construções novas, à frente de Dubai, Pequim, Nova York e Shenyang, no norte da China.

Em 2018, o Citic Tower, um prédio de 108 andares e 528 metros de altura foi inaugurado em Pequim. Popularmente chamado de China Zun por causa de sua semelhança com um tipo de jarro chinês, com o qual se servia vinho nas cerimônias, a torre é agora o oitavo edifício mais alto do mundo.

As cidades asiáticas dominaram o setor de construção de arranha-céus este ano, como na cidade de Ho Chi Minh (antiga Saigon), no Vietnã, e em Changsha, na China, com prédios com mais de 400 metros de altura.

O mercado imobiliário nos EUA também investiu na construção de arranha-céus. A nova sede da empresa de tecnologia Salesforce, em São Francisco, tem 326 metros de altura e é o prédio mais alto da cidade. Em Miami, o novo edifício residencial Panorama Tower, com 252 metros, se destaca na paisagem. E o Comcast Technology Center, na Filadélfia, com 342 metros, é o arranha-céu mais alto construído fora da Ásia este ano.

Segundo estimativas do CTBUH, em 2019, serão construídos entre 120 a 150 arranha-céus com 200 metros ou mais de altura. Mas o relatório apontou que o ritmo de construção de novos prédios na China pode diminuir em razão de problemas econômicos internos.

Essa desaceleração do setor de construção civil repercutiria não só na China, como também em projetos no exterior que dependem de financiamento privado ou estatal.

Fontes:
CNN-China built more skyscrapers in 2018 than ever before

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *