Início » Internacional » China põe seu Panchen Lama no centro das atenções
ERA PÓS-DALAI LAMA

China põe seu Panchen Lama no centro das atenções

Panchen Lama será o monge mais importante no Tibete quando o Dalai Lama morrer. Mas o nome escolhido pela China não entusiasma tibetanos

China põe seu Panchen Lama no centro das atenções
Especialistas não acreditam que os tibetanos vão aceitar as credenciais do jovem (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

No budismo, há duas figuras religiosas de extrema importância. A maior delas é o Dalai Lama e a segunda é o Panchen Lama. Os budistas acreditam que estas figuras seguem uma linha de reencarnação. O atual Dalai Lama é um homem muito amado pelos tibetanos. No entanto, o Partido Comunista chinês o considera “um lobo em roupas de monge” que quer separar o Tibete de sua pátria mãe. Como ele está em idade avançada, 81 anos, o governo chinês já está colocando o seu Panchen Lama no centro das atenções.

Leia mais: Dalai Lama prega o diálogo com Estado Islâmico

Gyaltsen Norbu, 26 anos, é o escolhido pelo governo chinês para ser o Panchen Lama. Especialistas não acreditam que os tibetanos vão aceitar as credenciais do jovem. O Panchen Lama vai se tornar a figura religiosa mais importante no Tibete quando o Dali Lama morrer, até que a uma nova reecarnação do Dalai Lama seja encontrada. Além disso, Norbu também vai ter um papel importante nas tentativas do governo chinês de instalar um novo Dalai Lama que seja mais “amigável” ao Partido Comunista do que o atual.

Desde que Norbu presidiu a cerimônia de Kalachakra em julho, um ritual raro no Tibete, ele está com a agenda cheia, visitando monastérios, templos, escolas e hospitais. Segundo a mídia estatal chinesa, 100 mil pessoas participaram do encontro de quatro dias. No entanto, em sua recente visita ao Tibete, foi difícil achar muito entusiasmo dos tibetanos para com o chinês. Em vez disso, muitos tibetanos começaram a falar sobre o menino de seis anos, reconhecido pelo próprio Dalai Lama como a real reencarnação de Panchen Lama em 1995, que imediatamente desapareceu nas mãos da custódia chinesa. O menino Gedhun Choekyi Nyima foi considerado o preso político mais novo do mundo e não foi visto desde então. No entanto, uma autoridade tibetana disse no ano passado que ele estava tendo uma vida normal e que não queria ser incomodado.

Independentemente do que os tibetanos acham sobre o Panchen chinês, ele vai estar no centro das atenções quando o Dalai Lama morrer. O atual Dalai Lama disse que ele pode não querer mais reencarnar, caso contrário será em um bebê fora da China. Mas Pequim certamente tem outros planos para o novo Dalai Lama.

Fontes:
The Washington Post-China pushes its Panchen Lama into spotlight, in preparation for post-Dalai era

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *