Início » Internacional » China proíbe crianças de jogar videogame à noite
LIMITE DE HORÁRIO

China proíbe crianças de jogar videogame à noite

Governo chinês também limitou os gastos mensais com jogos online. Medidas visam combater vício de menores de idade em videogame

China proíbe crianças de jogar videogame à noite
Durante a semana, os menores só poderão jogar 90 minutos por dia (Foto: Ybierling)

Para combater um vício em videogame, a China impôs um horário limite para menores de idade usarem os consoles. Segundo o governo chinês, o vício está “prejudicando a saúde física e mental de menores”.

De acordo com os novos regulamentos, menores de 18 anos de idade não poderão participar de jogos online, entre às 22h e às 8h da manhã. Ademais, durante a semana, os menores só poderão jogar 90 minutos por dia. Já em finais de semana e feriados o tempo será de três horas diárias.

As regras foram divulgadas pela Administração Nacional de Imprensa e Publicação. Além do limite de tempo, também foram impostos regulamentos para gastos com jogos. Pessoas entre oito e 16 anos só poderão gastar US$ 29 por mês com jogos. Já os que têm entre 16 e 18 anos poderão gastar até US$ 57.

Os novos regulamentos são mais uma tentativa do governo de Xi Jinping de controlar a indústria dos jogos online na China, que já é a segunda maior indústria do setor do mundo. As empresas serão obrigadas a aplicar as novas regras, que serão controladas através das informações pessoais dos jogadores.

Outras regras, como um possível controle sobre o lançamento de jogos, também foram analisadas pelo Ministério da Educação da China. No entanto, nada foi anunciado neste sentido. Um porta-voz do escritório de Xi Jinping afirmou que jogos sexualmente explícitos, sangrentos ou violentos também serão proibidos.

Apesar do novo regulamento, os usuários chineses do Weibo (rede social chinesa similar ao Twitter) acreditam que as regras serão facilmente burladas. Isso porque muitos menores de idade usam a identificação dos pais para poder jogar. Dessa forma, com um perfil de uma pessoa maior de idade, o regulamento não se aplicaria. Por outro lado, o porta-voz chinês disse que também já estão sendo pensadas formas de combater a prática.

“Também melhoraremos e enriqueceremos gradualmente as funções de um sistema de identificação para compartilhar dados de tempo de jogo entre plataformas, para que possamos conhecer e restringir o tempo total que cada menor gasta em jogos entre plataformas”, afirmou.

Leia também: OMS reconhece vício em videogame como doença mental

Fontes:
BBC-Video game addiction: China imposes gaming curfew for minors
The Guardian-China bans children from late-night gaming to combat addiction

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *