Início » Internacional » China sugere ações militares contra manifestações em Hong Kong
ONDA DE PROTESTOS

China sugere ações militares contra manifestações em Hong Kong

Porta-voz do Ministério da Defesa sugeriu o uso do Exército Popular de Libertação. Autoridades e especialistas, no entanto, descartam a possibilidade

China sugere ações militares contra manifestações em Hong Kong
Hong Kong enfrenta uma onda de protestos contra a líder do governo, Carrie Lam (Foto: Twitter/Erin Hale)

A China pode utilizar o Exército Popular de Libertação (EPL) para controlar as manifestações em Hong Kong. A sugestão foi dada nesta quarta-feira, 24, pelo coronel Wu Qian, porta-voz do Ministério da Defesa chinês.

Para isso, Qian citou artigos de uma lei que permite, caso seja solicitado pelos líderes de Hong Kong, que o EPL seja utilizado para manter a ordem ou ajudar em casos de desastres naturais. A insatisfação do governo chinês com as manifestações em Hong Kong aumentou depois que os manifestantes atacaram um escritório do governo chinês no último domingo, 21.

“O comportamento de alguns manifestantes radicais desafia a autoridade do governo central, abordando o princípio básico de ‘um país, dois sistemas’. […] Isso absolutamente não pode ser tolerado”, destacou Qian. A EPL anunciou nesta quarta-feira, pelas redes sociais, que “recentemente realizou treinamento de reparo e manutenção com veículos blindados”.

Apesar das afirmações, autoridades não acreditam em uma interferência direta de Pequim em Hong Kong. De acordo com o legislador pró-Pequim Michael Tien, de Hong Kong, a utilização do EPL seria um “tremendo golpe” para a administração e liderança do presidente chinês Xi Jinping. O cientista político Jean-Pierre Cabestan, especializado na China, compartilha da opinião de Tien.

“Para mim, é apenas uma ameaça vazia. A polícia de Hong Kong tem 30 mil homens e é mais do que suficiente para manter a ordem de restauração, se for instruída a fazê-lo. […] Pequim ainda precisa de Hong Kong como um centro financeiro, bem como um refúgio seguro para fortunas”, destacou, segundo noticiou o Washington Post.

Leia também: As raízes da insatisfação em Hong Kong

Fontes:
The Washington Post-China hints at military options to quell Hong Kong protests
The New York Times-China Hints It Could Send Troops to Quell Hong Kong Protests, if Requested

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *