Início » Internacional » China vivencia processo de renascimento cultural
VALORES TRADICIONAIS

China vivencia processo de renascimento cultural

O resgate dos valores tradicionais da cultura chinesa abrange todos os aspectos da vida e promove um renascimento cultural no país

China vivencia processo de renascimento cultural
Crianças aprendem caligrafia, artesanato e a tocar instrumentos antigos em acampamentos de verão (Fonte: Reprodução/Getty Images)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

As crianças sentadas com as costas retas leem em voz alta trechos do Dizi Gui, um texto clássico chinês sobre obediência. No final da aula, elas inclinam-se à frente do retrato de Confúcio, com as mãos juntas como se estivessem rezando. Uma estátua no pátio da escola também homenageia o antigo sábio. Em uma bandeira vermelha as crianças leem, “Estudem o Dizi Gui, sejam chineses exemplares”.

No acampamento de verão de Zhengde em Jinan, na província de Shandong, crianças de 5 anos passam o dia recitando versos, aprendendo tai chi e assistindo desenhos animados, com mensagens morais. Os celulares são proibidos “para evitar a contaminação da mente”, disse Yi Shugui, o diretor do acampamento e ex-consultor de empresas. Em outros acampamentos de verão, as crianças aprendem caligrafia, artesanato e a tocar instrumentos antigos. Por iniciativa do governo, a China está em um processo de renascimento cultural para resgatar antigos valores.

Durante a maior parte de sua história, o Partido Comunista tentou sufocar o passado da China. No período da Revolução Cultural, nas décadas de 1960 e 1970, o partido quis eliminar os “quatro pilares“ tradicionais da sociedade chinesa: normas de conduta, cultura, hábitos e ideias. Mas o ritmo da mudança da sociedade chinesa nos últimos anos mostrou sinais de decadência moral e a necessidade de resgatar antigos valores.

Desde que assumiu o poder em 2012, o presidente Xi Jinping intensificou os esforços para criar uma “confiança cultural” no país. O Partido Comunista assumiu o papel de “herdeiro fiel” da cultura tradicional chinesa, como se os fundamentos de sua ideologia não existissem.

O projeto de resgate e preservação da antiga cultura abrange todos os aspectos da vida. O relatório do governo destaca a importância da comemoração das “festas tradicionais” e, assim, os feriados locais e nacionais estão sendo celebrados com um novo vigor. A mídia estatal recomenda o uso da medicina chinesa para tratar de pessoas doentes, o costume de usar trajes Han em casamentos e de manter a forma física com a prática de tai chi e de outras artes marciais antigas.

Existe uma lógica econômica por trás dessa política, uma vez que protege as empresas chinesas da concorrência estrangeira e promove novas fontes de consumo. No ano passado, o presidente Jinping pediu a um grupo de escritores e artistas que se “inspirassem no tesouro da cultura chinesa”. Os editores limitaram as importações de livros infantis, dando preferência a histórias em quadrinhos e livros ilustrados mostrando as virtudes dos “valores chineses”.

O Partido Comunista escolheu a versão do passado que mais lhe convém. O pensamento ou o comportamento “correto” é um reflexo dos valores antigos da hierarquia, obediência e ordem. Os princípios, crenças, valores éticos e morais inconvenientes da cultura antiga da China foram cuidadosamente esquecidos. Porém, o apoio aos valores tradicionais não inclui a tolerância religiosa, que, na visão do presidente Jinping, ameaça a lealdade dos cidadãos. Enquanto diz que os valores antigos são a “alma da nação”, o governo persegue budistas tibetanos e muçulmanos chineses. O Partido Comunista aprendeu uma lição ao longo de sua história. Os movimentos revolucionários, religiosos ou democráticos são difíceis de reprimir. Assim, é melhor controlá-los.

Fontes:
The Economist - The Communist Party is redefining what it means to be Chinese

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *