Início » Internacional » Chipre chega a acordo preliminar com credores
Resgate econômico

Chipre chega a acordo preliminar com credores

Acordo prevê que a ilha levante € 5,8 bilhões de um resgate de € 10 bilhões

Chipre chega a acordo preliminar com credores
Presidente do Chipre, Nicos Anastasiades (Fonte: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente do Chipre, Nicos Anastasiades, informou na madrugada desta segunda-feira, 25, que a ilha chegou a um acordo preliminar com seus credores internacionais, visando o seu resgate econômico e a sua permanência na zona do euro.

O Eurogrupo, bloco que reúne ministros das Finanças dos países-membros da zona do euro, deu sinal verde para o plano definido pelo Chipre, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional.

A negociação durou mais de 12 horas. Anastasiades disse à imprensa que a ilha chegou a “um acordo que é do interesse do povo cipriota e da União Europeia”.

Depósitos inferiores a € 100 mil garantidos

O acordo prevê que o Chipre levante € 5,8 bilhões de um resgate de € 10 bilhões, valor total que a zona do euro e o FMI vão conceder à ilha.

Fontes da União Europeia revelaram que o acordo permitirá que o Banco do Chipre, o maior da ilha, fique a salvo da falência. Já o Banco Laiki, o segundo maior, deve ser fechado.

O ministro da Economia da Espanha, Luis de Guindos, informou ainda que o acordo “garante os depósitos inferiores a € 100 mil”. Os depósitos acima desse valor sofrerão perdas de até 40%.

Fontes:
Veja - Chipre chega a acordo preliminar para seguir na eurozona

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Carlos U. Pozzobon disse:

    Não resolve. Tem de tirar da UE. Apenas adia a crise para uma nova data.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *