Início » Internacional » Cientista japonês ganha Nobel de Medicina
PESQUISA SOBRE AUTOFAGIA

Cientista japonês ganha Nobel de Medicina

Prêmio foi atribuído a Yoshinori Ohsumi por suas descobertas sobre a autofagia

Cientista japonês ganha Nobel de Medicina
Ohsumi é atualmente pesquisador da Universidade de Tóquio (Fonte: Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O cientista japonês Yoshinori Ohsumi ganhou o Prêmio Nobel da Medicina de 2016 por suas descobertas sobre os mecanismos de autofagia. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira, 3.

A autofagia é um processo pelo qual as células “digerem” partes de si mesmas. O conceito foi descoberto na década de 1960. No caso de organismos desnutridos, trata-se de uma estratégia de sobrevivência, uma vez que permite à célula redistribuir nutrientes para as atividades mais importantes. O processo também possibilita a destruição de organelas celulares já desgastadas ou envelhecidas.

O mecanismo da autofagia era muito pouco conhecido até o início da década de 1990. Foi quando o cientista japonês Yoshinori Ohsumi iniciou uma série de experimentos com levedura para identificar os genes envolvidos na autofagia. Após compreender tais mecanismos, o cientista conseguiu mostrar que um processo semelhante acontecia nas células humanas.

Nascido em Fukuoka, no Japão, em 1945, Ohsumi é atualmente pesquisador da Universidade de Tóquio. A organização do prêmio informou que ele estava em seu laboratório quando foi informado pelo júri que tinha sido premiado e que ficou “surpreso”.

Nesta semana ainda serão anunciados os prêmios de Física (dia 4), de Química (dia 5) e o da Paz (dia 7). Na próxima segunda-feira, 10, será anunciado o Nobel de Economia.

Fontes:
G1 - Nobel de Medicina vai para o japonês Yoshinori Ohsumi

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *