Início » Internacional » Cinco cidades da Alemanha terão transporte público gratuito para combater poluição
TRANSPORTE GRATUITO

Cinco cidades da Alemanha terão transporte público gratuito para combater poluição

A intenção da proposta é reduzir a emissão de gases do efeito estufa e diminuir os congestionamentos nas cidades alemãs

Cinco cidades da Alemanha terão transporte público gratuito para combater poluição
As passagens dos transportes públicos na Alemanha já são consideradas baratas (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cinco cidades da Alemanha vão oferecer transporte público gratuito. A intenção é fazer com que a população deixe os carros em casa e use outros meios de transporte para reduzir a emissão de gases do efeito estufa e diminuir os congestionamentos nas cidades. O projeto começará a funcionar até o fim do ano e pode ser expandido para outros locais do país.

Entre as cidades que participarão da fase de testes do transporte público sem tarifas estão Bonn — antiga capital da Alemanha Ocidental –, Essen e Mannheim. Como a Alemanha é vista como um forte pólo automobilístico, a medida é considerada radical no mundo político do país. Além da gratuidade, também está sendo proposto que sejam feitas restrições nas emissões de frotas de veículos de transportes públicos, como ônibus e táxis.

“Nós estamos considerando o transporte público livre de tarifas para reduzir o número de carros privados. Combater a poluição do ar de forma efetiva, sem mais atrasos desnecessários, é uma das maiores prioridades para a Alemanha”, explicaram três ministros, incluindo a ministra do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, em carta ao comissário ambiental da União Europeia (UE), Karmenu Vella.

Vella, no início de 2018, enviou cartas para nove países da UE, incluindo a Alemanha, para que fossem tomadas medidas, até 30 de janeiro, para mostrar “como e até quando” as nações iam se adequar às leis de qualidade do ar do bloco. O escândalo de “Dieselgate”, que revelou a falsificação de resultados da Volkswagen em testes de regulamentação, fez com que muitas cidades tivessem níveis de poluição mais altos do que o permitido.

O não cumprimento do prazo proposto por Vella fez com que o comissário aumentasse o tempo de resposta dos países. Caso não seja cumprido, as nações estão sujeitas às ações da Corte de Justiça Europeia, o mais alto tribunal da UE.

As passagens dos transportes públicos na Alemanha já são consideradas baratas em comparação com outros países europeus. O metrô em Berlim, por exemplo, custa 2,90 euros, enquanto em Londres a tarifa do bilhete é de 5,50 euros. Isso faz com que os transportes públicos sejam populares na Alemanha, com o número de viagens sempre aumentando nos últimos 20 anos, chegando a 10,3 bilhões em 2017.

Mesmo assim, a extinção das tarifas dos transportes públicos ainda preocupa, como apontou o prefeito de Bonn, Ashok Sridharan. “Eu não conheço um fabricante que seria capaz de entregar o número de ônibus elétricos que iremos precisar”. Além disso, a Associação Alemã de Prefeitos solicitou uma “declaração clara de como [o transporte gratuito] será financiado” pelo governo.

Fontes:
Época Negócios - Alemanha propõe transporte público gratuito para combater poluição

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Laércio disse:

    Investimento em transporte de qualidade otimiza o trânsito de forma a fazer com que haja transporte gratuito para o povo alemão; na relação custo benefício é mais viável dar transporte gratuito e diminuir o número de carros nas ruas, serão menos poluição, menos acidentes de trânsito, maior fluidez no transporte das massas, etc.
    Uma nação bem desenvolvida e mesmo assim trabalha para atualizar o futuro de seu cotidiano.
    Quando políticas públicas sérias são consideradas o resultado é progresso.
    Certamente, se os políticos alemães e sua constituição estivessem presentes no Brasil teríamos outra qualidade de vida.
    Aqui chamamos de políticos muitas pessoas que na verdade são traidores, trabalham para a destruição da nação, é como um exército inimigo interno, coisa mais macabra que a guerra fria.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *