Início » Internacional » Com o gelo marinho derretendo, 35 mil morsas lotam a costa do Alasca
Aquecimento global

Com o gelo marinho derretendo, 35 mil morsas lotam a costa do Alasca

Reunidas em grandes números na costa, as morsas podem transmitir doenças rapidamente e os alimentos podem se tornar escassos

Com o gelo marinho derretendo, 35 mil morsas lotam a costa do Alasca
Para o World Wildlife Fund, a situação das morsas é apenas mais uma parte da tragédia que se desenrola com a mudança climática (Reprodução/Corey Accardo/AP)

O aquecimento global tem afetado a vida das morsas no Pacífico. Antes, quando as morsas estavam à procura de seu alimento preferido, o marisco, elas mergulhavam até o fundo do oceano, onde retardavam seus batimentos cardíacos para suportar as temperaturas polares.

Mas essa harmonia está sendo ameaçada pelas mudanças climáticas. Devido ao aquecimento global, o gelo do mar está desaparecendo, obrigando as morsas a invadir o continente. Esta semana, cerca de 35 mil morsas buscar refúgio na costa do Alasca por conta do derretimento do gelo.

Nos últimos anos, os mares congelados têm recuado para além das águas rasas do continente e em direção às águas do Oceano Ártico, onde as profundidades excedem os três quilômetros e as morsas não conseguem mergulhar até o fundo. Morsas jovens são vulneráveis a debandadas que podem ser provocadas por um urso polar, caçadores humanos ou um avião voando baixo. Carcaças de mais de 130 morsas, em sua maioria jovens, foram contadas após uma debandada em Icy Cape, no Alasca, em 2009.

Para o World Wildlife Fund, a situação das morsas é apenas mais uma parte da tragédia que se desenrola com a mudança climática. O WWF estima que o gelo do mar diminuiu até 4% a cada década entre 1979 e 2012. “As morsas estão nos dizendo o que os ursos polares nos disseram e o que muitas populações indígenas nos disseram no alto Ártico, que é o fato de o ambiente no Ártico estar mudando extremamente rápido e de que é hora do resto do mundo tomar conhecimento e também agir em relação às causas das mudanças climáticas”.

Fontes:
The Washington Post-As sea ice melts amid global warming, 35,000 walrus crowd the shores of Alaska

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *