Início » Economia » Comissão americana deve aprovar regra de divulgação entre diferenças salariais das empresas
Estados Unidos

Comissão americana deve aprovar regra de divulgação entre diferenças salariais das empresas

A reunião vai marcar o fim de um ano de debate sobre o assunto

Comissão americana deve aprovar regra de divulgação entre diferenças salariais das empresas
Se aprovada, a regra obrigará empresas a divulgar as diferenças entre o salário de seus presidentes e dos demais funcionários (Foto: Torange)

Está para ser aprovada pela Comissão de Segurança e Câmbio (SEC, em inglês) uma nova regra polêmica que estabelece que as empresas divulguem a diferença salarial entre empregados e presidentes, marcando o fim de um ano de debate e pressão sobre a Comissão.

A votação está marcada para esta quarta-feira, 5. Espera-se que a medida corporações e seus grupos comerciais fiquem desapontados já que regra permite apenas que as empresas excluam 5% de seus trabalhadores de outros países do cálculo da relação de pagamentos. As empresas argumentam que a SEC deveria permitir a exclusão de uma porcentagem maior de trabalhadores estrangeiros, uma medida que iria, provavelmente, diminuir a diferença salarial a ser reportada em firmas multinacionais.

A regra obrigaria empresas a divulgar o salário de um trabalhador comum – o ponto na escala salarial em que metade dos empregados ganha mais, e metade ganha menos – e comparar com a remuneração do presidente da empresa.

As empresas estão especialmente interessadas em saber quando elas deverão dizer a seus investidores o quão maior é o salário do chefe do que dos outros funcionários. De acordo com a proposta que a SEC liberou em 2013, os negócios afetados não seriam obrigados a divulgar os resultados por mais de um ano depois de terem sido apurados.

O Comissionário republicano Daniel Gallagher descreveu a regra de diferenças salariais como um “exemplo clássico de política social disfarçada de requerimentos de divulgação,” que estão ajudando a encorajar companhias a se manterem privadas. Espera-se que Gallagher vote contra a regra na reunião desta quarta-feira.

 

Fontes:
The Wall Street Journal - SEC Set to Approve CEO Pay-Gap Disclosure Rule

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *