Início » Internacional » Comitê antiterrorismo russo investiga explosão em São Petersburgo
TRAGÉDIA NO METRÔ

Comitê antiterrorismo russo investiga explosão em São Petersburgo

Aumentam as suspeitas de terrorismo em relação à explosão ocorrida nesta terça-feira, 3, no metrô de São Petersburgo

Comitê antiterrorismo russo investiga explosão em São Petersburgo
Agentes desconfiam do envolvimento de pelo menos duas pessoas no caso (Foto: Twitter)

O Comitê Nacional Antiterrorismo da Rússia abriu uma investigação para apurar as causas de uma explosão ocorrida nesta segunda-feira, 3, no metro de São Petersburgo, a segunda maior cidade da Rússia.

O incidente ocorreu por volta das 15h (horário local), na estação de Sennaya Ploshchad, região central de São Petersburgo. A explosão ocorreu dentro de um vagão onde viajavam passageiros, deixando dez mortos e cerca de 50 feridos.

Inicialmente, a mídia russa informou terem sido duas explosões causadas por artefatos caseiros. No entanto, mais tarde, o comitê antiterrorismo anunciou que o segundo artefato, encontrado na estação de Ploschad Vosstaniya, foi desarmado com segurança.

No momento, os agentes desconfiam do envolvimento de pelo menos duas pessoas no caso: uma teria colocado a bomba que explodiu dentro do vagão; outra teria colocado a bomba encontrada e desarmada na estação de Ploschad Vosstaniya.

Embora esteja tratando o caso como terrorismo, o governo russo não descarta outras hipóteses. Por meio de seu porta-voz, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que ainda é cedo para determinar o que está por trás das explosões. Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do ataque.

Fontes:
The Independent-Russia attack: At least 10 dead after St Petersburg metro bombing

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *