Início » Internacional » Companhia de baixo custo chinesa quer instalar assentos verticais nos aviões
Inovação

Companhia de baixo custo chinesa quer instalar assentos verticais nos aviões

É pouco provável que as agências reguladoras aprovem esses assentos mas essas tentativas refletem a mentalidade das companhias aéreas quanto ao conforto mínimo dos passageiros

Companhia de baixo custo chinesa quer instalar assentos verticais nos aviões
Com o Wi-Fi, os assentos seriam bem mais finos e poderiam ser colocados em grupos com famílias de quatro pessoas sentadas de frente umas para as outras (Reprodução/Economist)

Mais uma vez uma companhia aérea está tentando obter aprovação para instalar assentos verticais nas cabines dos aviões. Antes a ideia fora sugerida por Michael O?Leary, CEO da Ryanair, embora fosse mais uma tentativa de chamar atenção do que uma proposta séria. Agora a Spring Airlines, uma companhia de baixo custo chinesa, está tentando conseguir aprovação para colocar lugares em pé nas cabines de seus aviões, nos quais os passageiros seriam amarrados, provavelmente de uma maneira semelhante à do Wall of Death de parques de diversões. Mas, possivelmente, a companhia irá escolher um nome mais adequado para os assentos verticais. É pouco provável que as agências reguladoras aprovem esses assentos. Porém essas tentativas refletem a antiga mentalidade das companhias aéreas quanto ao conforto mínimo dos passageiros de classe econômica, que viajam na parte de trás do avião.

Mas então o que o futuro reserva para a classe econômica? Existem também projetos para instalar na metade da parte de trás da cabine cadeiras adjacentes, que alternariam posições de frente para a cabine dos pilotos e para a cauda do avião. Isso, pelo menos em teoria, significa que dois passageiros poderiam compartilhar o descanso de braço da cadeira sem se tocar. Permitiria também projetar encostos mais alongados para a cabeça, que dariam mais conforto na hora de dormir. (A viagem de frente para a cauda do avião não dá a mesma sensação de náusea de um carro ou de um trem porque, além da decolagem e da aterrissagem, não se sente tanto o movimento em uma direção específica como no ar.) No entanto, como as companhias podem colocar assentos extras no espaço economizado pelo projeto, seria outra maneira de as companhias espremerem ainda mais os passageiros de classe econômica como sardinhas em lata.

Existem outras mudanças no ar. A tecnologia sem fio que substituirá os sistemas de entretenimento a bordo, fará uma grande diferença nos projetos das cabines. Atualmente, a fiação fica instalada na poltrona do avião, e a enorme caixa sob os pés dos passageiros transmite comédias antiquadas e filmes da Netflix. Com o Wi-Fi, todo esse sistema será substituído por uma tela de alta definição ou pelos tablets dos passageiros. Assim, os assentos seriam bem mais finos e poderiam ser colocados em grupos, como nas cabines de trem, com famílias de quatro pessoas sentadas de frente umas para as outras.

Todas essas inovações significam que as companhias aéreas terão de tomar uma decisão. Elas irão usar esses progressos em design e tecnologia para oferecer mais conforto? Ou irão aumentar o número de passageiros para competirem nos preços? Em última análise, essa decisão dependerá das demandas do mercado. Porém é provável que surjam novas tentativas de obter aprovação para a criação de assentos verticais mais baratos. Mas, na verdade, existe uma classe de passageiros, com um custo menor do que os assentos verticais, que ainda não foi explorada pelas companhias aéreas. Por exemplo, os bilionários que reservam as suítes luxuosas na parte da frente dos aviões precisam de pessoas para lhes servirem. Quem sabe você poderia comprar uma passagem ainda mais barata se oferecesse seus serviços?

Fontes:
Economist-What will passengers stand for?

1 Opinião

  1. Victor Rocha Luz disse:

    Isso é inaceitável! Viajar pé por horas?? E pagar mais barato pra viajar oferecendo minha mão pra servir alguém que já tem um mega conforto? No dia que a aviação civil chegar a esse ponto, eu desisto de voar

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *