Início » Internacional » Comportamento agressivo de torcedores de futebol envergonha ingleses
Racismo no Futebol

Comportamento agressivo de torcedores de futebol envergonha ingleses

O Chelsea tem a reputação de atrair desordeiros de extrema direita. Nos anos 80, o grupo “Headhunters” do clube agiu como tropa de choque de partidos fascistas

Comportamento agressivo de torcedores de futebol envergonha ingleses
Em Paris, Souleymane foi expulso da cabine do metrô por torcedores do Chelsea (Reprodução/AFP)

Muitos leitores viram o vídeo deprimente com o comportamento vergonhoso dos torcedores do clube de futebol Chelsea no metrô de Paris na semana passada, quando iam assistir a uma partida do Chelsea contra Paris St Germain. Uma cena filmada por um celular mostrou os torcedores expulsando um homem negro da cabine do metrô em uma estação, com gritos de “Somos racistas, somos racistas e não nos envergonhamos disso”. O Chelsea tem a triste reputação de atrair desordeiros de extrema direita. Na década de 1980, o grupo “Headhunters” do clube agiu como tropa de choque para partidos fascistas, como o National Front e o British Movement.

Na opinião de muitas pessoas essa atitude agressiva e radical havia desaparecido. E, na verdade, não se veem quase desordens nos estádios da Grã-Bretanha. Mas o mesmo não acontece com os torcedores que viajam para assistir às partidas de seus times no exterior. Existe uma lei básica que define os torcedores de futebol ingleses. Os que assistem com regularidade às partidas em suas cidades representam a maior parte da torcida do time. Já os que viajam pelo país acompanhando as partidas são, por definição, mais fanáticos. Por sua vez, os que viajam para o exterior são torcedores de um fanatismo total.

Os ingleses não são os únicos que se envergonham com o comportamento de alguns de seus conterrâneos no exterior. Muitos americanos sentem-se envergonhados quando encontram um americano arrogante e grosseiro em outros países. Os holandeses reprovam a atitude das hordas que invadem a  Europa nos verões. Mas, às vezes, o comportamento dos ingleses no exterior excede qualquer parâmetro de civilidade.

Fontes:
Economist-With St George in my heart

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *