Início » Internacional » Conectar o mundo é essencial, mas insuficiente para eliminar a pobreza
BANCO MUNDIAL

Conectar o mundo é essencial, mas insuficiente para eliminar a pobreza

Banco Mundial diz que famílias mais pobres do mundo estão mais propensas a terem celulares do que banheiros ou água limpa

Conectar o mundo é essencial, mas insuficiente para eliminar a pobreza
Expansão da internet não melhorou as oportunidades para as pessoas mais pobres, diz Banco Mundial (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um relatório divulgado nesta semana pelo Banco Mundial revelou que as famílias mais pobres do mundo estão mais propensas a terem celulares do que banheiros ou água limpa.

Ainda de acordo com o Banco Mundial, a nova realidade digital não necessariamente melhorou a situação destas famílias.

O relatório “Dividendos Digitais” mostra que o número de usuários de internet mais que triplicou em uma década, chegando a mais de 40% da população mundial.

Apesar da expansão da internet e de outras tecnologias digitais e suas consequências positivas, não houve um enorme aumento de produtividade que muitos esperavam, ainda segundo o Banco Mundial, que ressaltou também que a expansão da internet não melhorou as oportunidades para as pessoas mais pobres, nem ajudou a propagar a “governança responsável”.

“Os benefícios totais da transformação da informação e comunicação somente se tornarão realidade se os países continuarem a melhorar seu clima de negócios, investirem na educação e saúde de sua população e proverem a boa governança […] Nos países em que esses fundamentos são fracos, as tecnologias digitais não impulsionam a produtividade nem reduzem a desigualdade”, afirma o relatório.

Empreendedores da tecnologia, como Mark Zuckerberg e Bill Gates, argumentam, no entanto, que o acesso universal à internet é essencial para eliminar a pobreza extrema.

O Banco Mundial diz, por sua vez, que conectar o mundo “é essencial, mas está longe de ser suficiente” para acabar com a pobreza.

O relatório ressalta também que, “como não é de surpreender, os mais instruídos, bem conectados e mais capazes têm recebido a maior parte dos benefícios” da expansão digital.

Fontes:
Portal Exame - Pobres precisam de banheiro, não de celular, diz BM

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. gilberto disse:

    um pais q arrecada 1 trilhoes , d impostos p o governo , a onde seta as nossas benfeitorias ? saude educaçao , segurança e educaçao ?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *