Início » Internacional » Conflitos internacionais e epidemia de ebola devem marcar discursos em Assembleia da ONU
Assembleia da ONU

Conflitos internacionais e epidemia de ebola devem marcar discursos em Assembleia da ONU

A reunião desta quarta na Assembleia Geral tem como tema a luta contra a pobreza e a fome. Dilma fará o discurso de abertura

Conflitos internacionais e epidemia de ebola devem marcar discursos em Assembleia da ONU
Assembleia da ONU contará com a presença de mais de 140 líderes mundiais (Reprodução/G1)

A 69ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) começa nesta quarta-feira, 24, em Nova Iorque, e a reunião de hoje tem como tema a luta contra a pobreza e a fome e a melhoria na vida das pessoas por meio do crescimento econômico. A presidente Dilma será a primeira chefe de estado a discursar na sessão.

Leia mais: Dilma destaca o compromisso do Brasil no combate às mudanças climáticas

Os debates, porém, devem ser marcados por assuntos como conflitos internacionais, destacando a atuação do Estado Islâmico, e a crise do ebola na África. A reunião ocorre a partir das 10h (horário de Brasília) com mais de 140 líderes mundiais.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, abrirá a sessão discursando e deve lembrar que o mundo enfrenta várias crises que levaram a divisões entre países, por isso pedirá aos líderes respeito aos princípios da Carta da ONU, conforme antecipou nesta terça-feira.

Logo depois, a presidente Dilma Rousseff fará o discurso de abertura, como ocorre desde 1995, no qual é esperado que fale dos avanços do país no combate à pobreza e para erradicar a fome, assim como para reduzir a desigualdade social.

Barack Obama será o próximo na tribuna e aproveitará a ocasião para fazer um apelo de ampliação da coalizão internacional contra o Estado Islâmico. O país já conta com apoio de mais de 40 países para uma ampla campanha contrária aos jihadistas.

Os discursos dos líderes mundiais ocorrerão até terça-feira, 30, e em paralelo haverá reuniões sobre temas específicos e encontros bilaterais entre chefes de estado e governo.

Fontes:
G1 - Dilma participa de cúpula do clima e abre Assembleia Geral da ONU
G1 - Assembleia da ONU começa nesta quarta com foco no Estado Islâmico

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *