Início » Internacional » Congresso peruano rejeita impeachment do presidente Kuczynski
'INCAPACIDADE MORAL'

Congresso peruano rejeita impeachment do presidente Kuczynski

Foram 78 votos a favor da saída do presidente peruano, 19 contra e 21 abstenções

Congresso peruano rejeita impeachment do presidente Kuczynski
Presidente PPK sempre negou as acusações (Fonte: Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após mais de 14 horas de sessão, o Congresso peruano decidiu na madrugada desta sexta-feira, 22, manter o presidente Pedro Pablo Kuczynski, de centro-direita, no cargo.

Leia também: Ministro peruano renuncia em meio a escândalo da Odebrecht
Leia também: A crise ministerial do governo peruano

O pedido de impeachment foi feito em função do seu suposto envolvimento — por meio de sua empresa, a Westfield — no esquema de propina da empreiteira brasileira Odebrecht.

O Congresso não conseguiu, no entanto, obter os 87 votos necessários para a cassação do mandato de PPK, como é chamado o presidente peruano. Foram 78 votos a favor do impeachment por “incapacidade moral”, 19 contra e 21 abstenções.

Em sua defesa, Pedro Pablo Kuczynski afirmou: “enfrento de pé esta acusação falsa, movida por um desejo inconstitucional de me afastar do poder. Está em suas mãos salvar a democracia ou afundá-la para sempre. O que está em jogo não é meu destino, e sim o da democracia que tanto nos custou recuperar”.

PPK disse ainda que trabalhou inúmeras vezes como consultor de empresas e que é proprietário da Westfield, que fez negócios com a Odebrecht, mas garantiu que se afastou dessas atividades quando ocupou cargos públicos.

“Quando estive na vida pública, a Westfield não foi comandada por mim, passei sua gestão ao empresário Gerardo Sepúlveda. Nunca havia visto os documentos que relacionam a Odebrecht e a Westfield”, ressaltou o presidente peruano, que também pediu desculpas por não ter “se empenhado em explicar antes” as atividades da sua empresa.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Oposição não obtém votos suficientes e presidente do Peru fica no cargo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *