Início » Internacional » Continente perdido é descoberto sob a Europa
'GRANDE ADRIA'

Continente perdido é descoberto sob a Europa

Continente descoberto por cientistas se encontra 'enterrado' sob o sul da Europa. Batizado de Grande Adria, ele tinha o tamanho estimado da Groenlândia

Continente perdido é descoberto sob a Europa
Colisão com a Europa ocorreu há cerca de 120 milhões de anos (Foto: Divulgação/Gondwana Research)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um antigo continente foi descoberto por cientistas escondido
sob o que é hoje o sul da Europa.

A massa terrestre já havia sido detectada por ondas sísmicas no passado, mas o estudo de seus vestígios e a reconstrução de sua história é algo novo.

“Esqueça a Atlântida”, disse Douwe van Hinsbergen, pesquisador principal do estudo que apresentou o continente perdido, batizado de Grande Adria. A maior parte do continente estaria afundado na região do Mar Adriático, na costa da Itália, sul da Europa.

O estudo foi disponibilizado na revista científica Gondwana Reserarch. A Grande Adria teria se separado do então supercontinente Gondwana – que reunia África, América do Sul e outros territórios – há 240 milhões de anos. Após colidir com o sul da Europa, a Grande Adria teria começado a submergir.

“A maioria das cadeias montanhosas que investigamos teve origem num único continente, que se separou do Norte de África há mais de 200 milhões de anos. […] A única parte que restou deste continente foi uma faixa que vai desde Turim, via mar Adriático, até à ponta da bota que forma Itália”, explicou van Hinsbergen, professor de placas tectônicas e paleontologia da Universidade de Utrecht, na Holanda.

De acordo com van Hinsbergen, muitos turistas passam as férias no continente perdido de Grande Adria sem perceber. Isso porque a região do Mar Adriático, que ainda contaria com um trecho do continente submerso – uma faixa de terra que se estende de Turim até o sul da Itália – , é um destino popular no continente europeu. Algumas cadeias de montanhas nos Alpes, Grécia, Turquia e Bálcãs também teriam sido formadas pelos resquícios do continente.

Estima-se que, entre 20 milhões e 40 milhões de anos antes de colidir com o continente europeu – o que ocorreu entre 100 e 120 milhões de anos atrás -, a Grande Adria tinha um tamanho estimado da Groenlândia atual. A colisão ocorreu em uma velocidade de três a quatro centímetros por ano, o que levou ao rompimento de uma placa tectônica de mais de 100 quilômetros de espessura, causando a submersão.

A descoberta foi o resultado de mais de dez anos de pesquisa. Segundo o geólogo Laurent Jolivet, da Universidade de Sorbonne, em Paris, que não participou do estudo, apesar de se ter conhecimento da Grande Adria há anos, a nova pesquisa apresenta uma quantidade de detalhes “sem precedentes”.

A Grande Adria, porém, não foi o primeiro continente perdido encontrado pela comunidade científica. Em 2017, geólogos apontaram outros dois continentes submersos. Enquanto um deles, descoberto em janeiro, estava abaixo das Ilhas Maurício – outro resquício do supercontinente Gondwana -, o outro, apelidado de Zealandia, estava abaixo da Nova Zelândia.

Leia também: Brasil estuda porção da ‘Atlântida brasileira’

Fontes:
Independent-'Lost continent' the size of Greenland found under Europe
Publico-Grande Adria: o continente “perdido” que os cientistas encontraram debaixo dos pés da Europa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *