Início » Internacional » Greve de controladores aéreos na França força corte de 40% dos voos no país
França

Greve de controladores aéreos na França força corte de 40% dos voos no país

Paralisação no setor aéreo ocorre todo ano na França, sempre perto do verão, diz 'Economist'

Greve de controladores aéreos na França força corte de 40% dos voos no país
Imagem aérea do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris. Funcionários ameaçam outras greves (Foto: Reprodução/Internet)

Dezenas de voos dentro e fora da França foram cancelados na última quarta-feira, 8, devido a uma paralisação de dois dias dos controladores de tráfego aéreo franceses. Eles reivindicam melhores condições de trabalho e a redução da idade para aposentadoria de 59 para 57 anos.

A Autoridade Francesa de Aviação (DGAC) afirmou que pelo menos metade dos voos programados para esta quinta-feira, 9, não deve decolar.

A companhia aérea EasyJet confirmou que 118 voos foram cancelados apenas na quarta-feira. A empresa pediu desculpas aos passageiros, mas disse ser uma situação “fora de controle”.

Os controladores estão ameaçando outras greves para o final de abril e o início de maio, quando as férias escolares aumentam o número de viagens, pois, segundo os representantes da categoria, suas demandas não estão sendo levadas a sério.

O blog de viagens Guliver, da revista Economist, critica a regularidade das greves do setor aéreo na França, as quais costumam ocorrer anualmente, sempre perto do verão. A revista relaciona a greve ao tempo bom. “Deve ser quase verão”, brinca, sem desmerecer a incredulidade sentida por muitos com a perspectiva de novas paralisações.

Há dois anos, a greve foi contra os planos de se criar um único espaço aéreo europeu. No ano passado, foram cortes orçamentais que levaram a uma paralisação.

 

Fontes:
Reuters-Scores of flights halted by French air control strike

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *