Início » Internacional » Coreia do Norte rebate críticas à falta de luz no país
Apagão norte-coreano

Coreia do Norte rebate críticas à falta de luz no país

Em editorial publicado no jornal estatal, regime diz que luzes brilhantes não são a essência de uma sociedade

Coreia do Norte rebate críticas à falta de luz no país
Imagem de satélite mostra Coreia do Norte às escuras à noite (Foto: Reprodução/Internet)

Uma foto tirada do espaço mostrando a Coreia do Norte totalmente apagada ao lado de uma Coreia do Sul iluminada é uma das imagens mais ilustrativas e famosas daquele país. Ela retrata bem a total falta de serviços básicos enfrentada pelo povo norte-coreano sob o regime ditatorial. Não obstante, autoridades em Pyongyang rebateram aqueles que criticam a imagem e até defenderam o apagão diário.

Um editorial publicado no jornal estatal Rodong Sinmun afirma que o país não é enfraquecido pela falta de energia elétrica e que outros países poderão em breve encontrar-se na mesma situação.

“Eles [os detratores da Coreia do Norte] batem palmas e fazem barulho sobre uma imagem de satélite de nossas cidades sem muita luz, mas a essência da sociedade não está em luzes brilhantes”, diz o editorial, de acordo com uma tradução do Wall Street Journal.

O artigo diz ainda que, dado os atuais problemas enfrentados pelos EUA – tais como níveis elevados de dívida e distúrbios civis como o movimento Occupy Wall Street e os protestos em Ferguson – é provável que o país enfrente os mesmos problemas em breve.

“Uma antiga superpotência que está vivendo o seu pôr do sol pode vestir uma máscara de arrogância, mas não pode evitar seu destino escuro”, diz o editorial.

A Coreia do Norte já havia admitido problemas no abastecimento de energia. Em seu discurso de Ano Novo, o ditador Kim Jong-un ordenou que os cidadãos do país trabalhassem duro para restaurar a eletricidade.

Imagens de satélite são, muitas vezes, a única janela para a Coreia do Norte, o país mais fechado do mundo.

 

Fontes:
Independent - North Korea: It´s not a problem that our country goes dark at night

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *