Início » Internacional » Coreia do Sul coloca mais de 1.300 em quarentena por suspeita de MERS
Síndrome respiratória

Coreia do Sul coloca mais de 1.300 em quarentena por suspeita de MERS

Duas pessoas morreram e outros 28 casos da doença foram confirmados no país. É o maior surto de doença fora da Arábia Saudita

Coreia do Sul coloca mais de 1.300 em quarentena por suspeita de MERS
No ano passado, a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) matou mais de 200 pessoas na Arábia Saudita (Foto: Masa via Wikimedia Commons)

Pelo menos 1.300 pessoas foram colocadas em quarentena na Coreia do Sul por suspeita de infecção da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS). O governo sul-coreano também ordenou que 500 escolas do país suspendam as aulas a partir da próxima quinta-feira, 4.

Duas pessoas morreram em decorrência da síndrome e outros 28 casos da doença foram confirmados no país, sendo cinco deles na última quarta-feira, 2. É o maior surto de doença fora da Arábia Saudita, onde no ano passado mais de 200 pessoas morreram por conta da síndrome.

A decisão de colocar pessoas em quarentena, geralmente em casa, é um esforço para impedir o alastramento da síndrome e rebater as críticas ao governo da presidente Park Geun-hye, que vem sendo acusado de demorar para tomar precauções.

“Muitas pessoas estão preocupadas com a situação. Devemos fazer o máximo de esforço para conter o avanço da MERS”, disse a presidente em uma coletiva com agentes de saúde.

O temor no país fez com que farmácias locais registrassem um aumento incomum na demanda por máscaras cirúrgicas e gel antisséptico para mãos. O vírus MERS é da mesma família do vírus causador da síndrome respiratória SARS, que em 2003 causou 774 mortes no mundo todo.

Fontes:
The Washington Post-South Korea quarantines 1,300 in race against MERS

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *