Início » Internacional » Coreia do Sul diz que revidará ataques norte-coreanos
vizinhos em guerra

Coreia do Sul diz que revidará ataques norte-coreanos

Enquanto a ONU discute o aumento das sanções, Coreia do Norte ameaça atacar EUA e Coreia do Sul

Coreia do Sul diz que revidará ataques norte-coreanos
Exército sul-coreano respondeu às ameaças do país vizinho (Reprodução/Internet)

O exército da Coreia do Sul informou nesta quarta-feira, 6, que não hesitaria em revidar os ataques da Coreia do Norte, atacando “a liderança” do país. A ameaça marca mais uma etapa da guerra de palavras entre os dois países vizinhos.

Leia também: Primeira mulher presidente da Coreia do Sul toma posse

Na última terça-feira, 5, após a ONU discutir a imposição de novas sanções ao país, a Coreia do Norte ameaçou atacar os EUA e a Coreia do Sul com “armas nucleares menores e mais leves”. A tensão aumentou ainda mais desde que EUA e Coreia do Sul deram início aos exercícios militares conjuntos, realizados anualmente.

A Coreia do Sul não costuma responder às ameaças norte-coreanas, classificando-as como mera propaganda. Porém, o temor de que o país vizinho lance um ataque para desestabilizar o governo da recém-empossada presidente Park Geun-hye quebrou o silêncio sul-coreano.

As ameaças norte-coreanas também se devem ao acordo preliminar fechado entre EUA e China para punir a Coreia do Norte. O acordo teria como alvo banqueiros e financistas norte-coreanos. Os dois países apresentaram o acordo durante a reunião do Conselho de Segurança da ONU para discutir a expansão das sanções.

Será a quarta vez que a ONU discutirá o aumento das sanções contra a Coreia do Norte, que tem desafiado as medidas anteriores com testes nucleares e ameaças de ataque. A votação está marcada para quinta-feira, 7.

Fontes:
The New York Times-Seoul Warns That North Korea’s Leadership Could Be Target

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *